A+ / A-

Exames nacionais. Subida das notas de Português e Matemática do 12.º ano

13 jul, 2017 - 10:44

Física e Química A foi o exame que registou a pior média nacional.
A+ / A-

As notas dos Exames Nacionais da disciplinas de Português e de Matemática subiram na primeira fase dos exames nacionais do ensino secundário, registando médias superiores às do ano passado.

Os dados, disponibilizados pelo Ministério da Educação, mostram que, a Português, a média subiu de 10,8 para 11,1 numa escala de 0 a 20. Na disciplina de Matemática, a média também subiu: é agora de 11,5, em comparação com os 11,2 registados no ano de 2016.

Física e Química A, prova que se realiza no 11.º ano, é a disciplina com a média nacional mais baixa - desceu de 11,1 para 9,9. A taxa de reprovação dessa disciplina aumentou três pontos percentuais. A disciplina de Biologia e Geologia, em contraste, verificou uma subida na média nacional de 0,2 décimas (10,3).

Nas Humanidades, Matemática Aplicada às Ciências Sociais registou a média nacional mais baixa: 10,1 em comparação com a média de 11,4 registada no ano anterior. A taxa de reprovação à disciplina aumentou 2%.

Em História, uma das disciplinas trianuais do curso de Humanidades, a média é de 10,3, em contraste com a de 9,6 registada no ano passado.

Geografia A, uma disciplina comum aos cursos de Humanidades e Ciências Económicas, verificou também uma descida na média nacional, situando-se agora nos 11 valores.

Os exames nacionais realizados no ensino secundário assumem uma importância vital para os alunos que procuram candidatar-se ao ensino superior. Realizaram-se, este ano, mais de 300 mil provas. Estiveram envolvidos na correcção e classificação dos exames nacionais sete mil docentes.

Médias dos Exames Nacionais (1.ª fase):

Português: 11,1

Matemática A: 11,5

História A: 10,3

Matemática Aplicada às Ciências Sociais: 10,1

Física e Química A: 9,9

Biologia e Geologia: 10,3

Filosofia: 10,7

Geografia A: 11

Economia A: 12,1

Geometria Descritiva A: 11,9

Desenho A: 13,4

História B: 11,6

Latim A: 10,5

Matemática B: 12,8

Alemão: 12,1

Francês: 11,8

Espanhol: 14,7

Inglês: 11,9

Literatura Portuguesa: 11


guialiga19_20_banner
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • decadência
    15 jul, 2017 00:21
    O ensino vai de vento em popa, por este caminhar brevemente está tudo doutorado em ignorância!
  • PROPAGANDA BARATA...
    13 jul, 2017 Lx 13:50
    Pois a pressão sobre os professores é mais do que muita para subir notas para passar alunos para as estatísticas do Ministério...Passam alunos com 4 e 5 negativas...Um país à deriva e que vive no facilitismo.... A paixão dos socialistas vem de longe com o Guterres e tem parido alarvidades no país que forma incompetentes.... Não admira pois quem manda no Ministério é a Fenprofo do kamarada Nogeira, ele o verdadeio ministro da deseducação...
  • Vitor Carvalho
    13 jul, 2017 Lisboa 12:55
    O que demonstra que somos um país mediano... ou será que são os programas não estão adaptados à realidade?
  • GUIMA
    13 jul, 2017 Cascais 11:58
    Nota a Português subiu !!!!!, senão subisse é que era de admirar, poucos devem de ter sido os que não sabiam antecipadamente o que ia sair. Vou estar atento ás consequências de quem "bufou" cá para fora o exame.