O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Morreu o treinador Manuel Oliveira

20 jun, 2017 - 19:32

Antigo treinador não resistiu a problemas de saúde e faleceu esta terça-feira. Tinha 85 anos. Manuel de Oliveira foi comentador desportivo da Renascença.
A+ / A-

Morreu Manuel Oliveira. O treinador, de 85 anos, não resistiu a problemas de saúde, esta terça-feira, acabando por falecer no Hospital do Barreiro, onde se encontrava internado há já alguns dias.

A confirmação da morte foi dada por fonte da família do antigo técnico a Bola Branca.

Manuel Oliveira, que enquanto jogador fez a formação no Sporting, tendo chegado à equipa principal leonina nos anos 50 do século passado, notabilizou-se sobretudo como treinador, tendo orientado clubes como Leixões, Farense, Beira-Mar, Belenenses, Marítimo, Portimonense, Vitória de Setúbal, Varzim ou a selecção da Guiné-Bissau.

O malogrado treinador assumiu, ainda, as funções de comentador desportivo durante vários anos, aos microfones da Renascença.

Ribeiro Cristóvão: "Manuel Oliveira era um mestre da táctica"

"O futebol ficou mais pobre porque o Manuel Oliveira foi sem dúvida reconhecido por todos como um dos melhores treinadores da sua geração. Um verdadeiro mestre da táctica como então lhe chamavam. Percorreu um enorme leque de clubes sem, no entanto, alguma vez ter conseguido chegar a um dos 'grandes', que era uma das suas grandes ambições e um dos seus sonhos. Terá sido essa a grande frustração da sua carreira. Foi na antiga CUF que começou por se notabilizar, reuniu aí equipas de grande qualidade que fizeram furor no seu tempo e as delícias dos amantes do futebol. Depois, iniciou um percurso muito vasto, que o levou inclusive até Angola onde, até pouco tempo antes do 25 de Abril, treinou o Benfica de Huambo. Mais tarde, esteve ao serviço do Lusitanos de Paris, um clube que serve a comunidade portuguesa. Depois de abandonar a carreira de treinador, Manuel Oliveira enveredou pelo comentário desportivo. Na Renascença teve um longo percurso tendo-se notabilizado sempre por uma análise muito assertiva, que todos ouviam atentamente. Serviu de guia a muitos outros que depois o acompanharam e tornou-se uma referência nacional. Com a morte de Manuel Oliveira, o futebol português perde uma das suas referências maiores", declarou o jornalista Ribeiro Cristóvão, que trabalhou ao lado de Manuel Oliveira durante vários anos.

À família e amigos enlutados, a Renascença envia as mais sinceras condolências.

[notícia actualizada às 21h59: declaração de Ribeiro Cristóvão]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • M. Coelho
    21 jun, 2017 V. N . Gaia 11:15
    Não esquecer a passagem de Manuel de Oliveira pela San joanense nos anos 60/70, quando esta estava na 1ª divisão.
  • JPCP
    21 jun, 2017 Barreiro 11:13
    O F. C. Barreirense não soube merecer e honrar este antigo funcionário do clube. Ultimamente passava despercebido, mesmo durante alguns (poucos) jogos que via das camadas jovens no campo da verderena ::: Porque será que alguns grandes jogadores ex-barreirense estão de costas voltadas com o clube? As pessoas sabem do que estou a falar... Um abraço à familia e as mais sinceras condolências
  • Carlos Alves
    21 jun, 2017 Barreiro 01:37
    O Barreiro sempre excluído do canal da igreja. Manuel de Oliveira começou a jogar no Barreirense,clube que treinou por várias épocas.
  • Eduardo Silva
    20 jun, 2017 Barreiro 22:20
    Vergonha de notícia que não referencia as passagens pelo F.C.Barreirense , onde numa delas conseguiu a melhor classificação de sempre do clube-um 4.lugar Também só o Ribeiro Cristóvão é que fala no G.D.Cuf . Pois é, antes do 25 de Abril o F.C.Barreirense era um clube do povo por isso talvez não conste dos vossos arquivos...
  • juzze do vale
    20 jun, 2017 Porto 21:44
    pesâmes e condolências à sua familia...! Um homem do e de futebol...! Foi uma cátedra....ensinou muitos que hoje ganham milhões...não é snr.Mourinho?
  • jorge
    20 jun, 2017 cuba 21:24
    Não têm uma fotografia dele para acompanhar a notícia? mal vai a renascença
  • Neves Moiat
    20 jun, 2017 Barreiro 21:08
    Sejam mais profissionais :Manuel de Oliveira o primeiro clube que treinou foi o G.D.da Cuf , transitando a meio da época para o Leixões clube que havia de salvar da descida de divisão.Tambem treinou o Barreirense.