O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-
Taça das Confederações

Fernando Santos e o vídeo-árbitro. "Na vida, não há nada perfeito"

20 jun, 2017 - 17:06

Seleccionador nacional "convida" responsáveis da FIFA a fazer sério balanço após a Taça das Confederações.
A+ / A-

Fernando Santos não deverá voltar a tecer considerações sobre o delicado processo da utilização do vídeo-árbitro na Taça das Confederações, admitindo, porém, que o sistema não é "perfeito" e que poderá haver necessidade, da parte da FIFA, de fazer um aprofundado balanço sobre o tema, após a competição.

O seleccionador nacional, após a ligeira polémica que um golo anulado a Pepe, com recurso ao vídeo-árbitro, acabou por ter influência no empate com o México (2-2), recorreu até à fé cristã que nunca se coíbe de esconder para abordar a situação.

"Esta prova vai disputar-se segundo este modelo. Não vale a pena dispersarmos. É isto que temos e é a isto que temos de estar adaptados. Depois da competição, os responsáveis vão ponderar sobre isto. Na vida, não há nada perfeito. Perfeito, só Deus. Só o futuro o dirá. Depois da prova, os responsáveis falarão sobre isso", comentou, esta terça-feira, durante a antevisão do encontro da segunda jornada do Grupo A da Taça das Confederações, frente à Rússia.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.