O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
II Liga

Oliveirense vai jogar a 35 km de casa

20 jun, 2017 - 14:41

O clube de Oliveira de Azeméis regressou à II Liga, mas não pode jogar no Carlos Osório. O recinto não satisfaz as exigências mínimas. A equipa vai jogar no Municipal de Aveiro.
A+ / A-

Os adeptos da Oliveirense terão de fazer um esforço extraordinário na próxima temporada para acompanhar a equipa, no regresso à II Liga. O Estádio Carlos Osório, em Oliveira de Azeméis, não cumpre os requisitos mínimos exigidos, os dirigentes perceberam que não iriam ter tempo para realizar as obras e o Estádio Municipal de Aveiro é a solução encontrada.

"Vai ser a nossa casa durante a próxima época", anunciaram nas redes sociais. São 70 km, ida e volta, entre os dois estádios. De um palco com plateia para 1400 espectadores, o clube passa para um cenário multicolor de 30 mil lugares.

Entretanto, para a Oliveirense voltar a casa, o Carlos Osório deverá receber um nova bancada, torres de iluminação, torniquetes, novos balneários, mais lugares (a Liga exige um mínimo de 2500) e uma nova sala de imprensa, fora da área técnica.

O investimento deverá rondar um milhão de euros.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.