O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-

Velocidade, álcool e telemóvel valem milhares de multas na estrada

20 jun, 2017 - 10:37

Balanço diz respeito à “Operação Viagem Tranquila” da GNR.
A+ / A-

Mais de 12.400 contra-ordenações, por excesso de velocidade, de álcool no sangue ou por uso indevido do telemóvel durante a condução, foram registadas pela GNR entre 9 e 18 de Junho, durante a “Operação Viagem Tranquila”.

Para esta operação foi reforçado o patrulhamento rodoviário em todo o território nacional, tendo a GNR orientado algumas acções para as vias mais criticas face aos fluxos de trânsito dos feriados de Santo António (em Lisboa, dia 13) e Corpo de Deus (nacional, dia 15).

Mais de 39.000 condutores foram fiscalizados e entre as contra-ordenações registadas contam-se 3.322 por excesso de velocidade, 1.031 por excesso de álcool, 617 relacionadas com tacógrafos e 585 por falta de cinto de segurança e/ou cadeirinhas para transportar crianças.

A GNR registou ainda 521 contra-ordenações por falta de seguro de responsabilidade civil, 472 por uso indevido de telemóvel durante a condução e 374 por excesso de peso e mau acondicionamento da carga.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Bebam menos
    20 jun, 2017 Lx 17:32
    Que passarão a circular a menores velocidades!... Quem ainda critica os agentes da autoridade que penalizam esta gente quecolocam a vida deles e de outros em perigo, não devem estar no seu perfeito juizo ou então enfermam do mesmo mal!
  • Adalberto João
    20 jun, 2017 Jardim 13:14
    Sim, as viagens vigiadas pela GNR são sempre seguras... É seguramente uma mina de ouro. Infelizmente a GNR não serve para outra coisa... Será que os agentes da GNR não têm vergonha de não servirem para mais nada a não ser passar multas por infrações ao código da estrada?? Será que eles não sentem tristeza por ninguém confiar neles?