O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-
Serguei Cherbakov

Cherbakov aposta em empate com a Rússia. "Portugal tem problemas na defesa e joga 20 minutos e descansa"

20 jun, 2017 - 12:45 • José Pedro Pinto

Antigo jogador do Sporting, actual olheiro do Lokomotiv Moscovo, também identifica as debilidades da selecção russa.
A+ / A-

Vai dar empate. É pelo menos essa a previsão que o antigo internacional ucraniano e ex-jogador do Sporting, Serguei Cherbakov, faz do importante encontro da segunda jornada do Grupo A da Taça das Confederações. E a lógica de razões apresentadas ajuda a perceber o ponto de vista.

O actual olheiro do Lokomotiv Moscovo está a acompanhar de perto a prova organizada pela FIFA no país que vai acolher o próximo Campeonato do Mundo. O empate entre Portugal e México (2-2), no passado domingo, fizeram "Cherba" identificar o calcanhar de Aquiles da campeã da Europa.

"Vi o Portugal-México e acho que Portugal não joga sempre a 100%. Joga 20 minutos e descansa, joga mais dez minutos e descansa", aponta, em entrevista a Bola Branca, apontando lacunas defensivas que os homens-golo russos podem aproveitar.

"Portugal tem problemas na defesa, não são muito fortes. A Rússia tem um bom ataque. Tem o Smolov [Krasnodar], o melhor marcador do campeonato russo [16 golos] e tem ainda o Bukharov, que jova no Rostov", argumenta, mas não sem deixar reparos à anfitriã da Taça das Confederações.

O que Portugal pode aproveitar: "Rússia tem equipa nova"

Se Cherbakov viu com atenção o Portugal-México, o Rússia-Nova Zelândia também não lhe escapou. A falta de entrosamento entre os jogadores e o novo seleccionador, Stanislav Cherchesov, pode beneficiar a experiente formação comandada por Fernando Santos.

"Vi o Rússia-Nova Zelândia e a Nova Zelândia é muito fraca. Não se consegue perceber se a Rússia está forte ou não. É muito importante para a Rússia ganhar porque esta é uma nova equipa. Tem um novo seleccionador e novos jogadores, que não jogaram ainda muito tempo juntos. É uma equipa nova", analisa.

Por tudo isto, a conclusão é simples: "Para este jogo, vejo duas equipas iguais. Não sei quem pode ganhar. Acho que vão empatar", dispara.

Factor-casa relativizado. "Portugal ganhou o campeonato da Europa fora de casa"

O Otkrytie Arena, com capacidade para 45 mil espectadores, é a casa do Spartak Moscovo, campeão russo em título e vai acolher a recepção da Rússia à selecção nacional.

Cherbakov acredita que o recinto vai encher, com a perspectiva de um jogo cartaz e com Cristiano Ronaldo a concentrar grande parte das atenções.

Mas pode a arena de designação difícil de pronunciar servir as pretensões de factor-casa dos russos?

"Para Portugal, jogar em casa ou fora não tem diferença. Ganharam o Campeonato da Europa fora de casa. O estádio vai encher, vai estar completo. Muita gente quer ver o Rússia-Portugal. O estádio vai estar cheio", assegura.

O Rússia-Portugal arranca às 16h00 de quarta-feira, com arbitragem do italiano Gianluca Rocchi. Partida com acompanhamento numa Tertúlia Bola Branca, na antena da Renascença, e também em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.