A+ / A-

Ranking mundial: Universidade do Porto é a melhor instituição de ensino superior em Portugal

08 jun, 2017 - 08:07

A distinção é do QS World University Ranking 2018. O ranking avalia o desempenho de mais de 3.500 instituições de todo o mundo.
A+ / A-

A Universidade do Porto ficou no 301.º lugar no QS World University Rankings, num ranking internacional de ensino superior, subindo 22 posições em relação a 2016 e obtendo o melhor lugar em Portugal.

“A Universidade do Porto acaba de ser distinguida pelo QS World University Ranking 2018 como a melhor instituição de ensino superior em Portugal” e sobe “22 lugares face ao ano anterior”, conquistando o “301.º lugar entre as melhores universidades do mundo”, lê-se num comunicado de imprensa da Universidade do Porto (U.Porto).

Este é o quinto ano consecutivo em que a U.Porto lidera as instituições portuguesas de Ensino Superior no QS World University Rankings e dois dos indicadores avaliados em que se destaca são a “reputação académica”, posicionando-se no 220.º lugar entre as mais de 3.500 instituições de todo o mundo, e a “reputação entre os empregadores”, ficando no 238.º lugar.

“Numa avaliação ao contexto global, a Universidade do Porto contabiliza um total de 107.859 citações, equivalente ao dobro da média global. Relativamente às áreas de estudo onde estes números são mais relevantes, o maior destaque vai para as ciências da vida e medicina, seguindo-se as ciências naturais e engenharia e tecnologia”, refere a U.Porto.

No QS World University Rankings de 2016, a qualidade da produção científica e a reputação entre as instituições internacionais foram os indicadores onde a Universidade do Porto obteve melhor classificação, ficando na 200.ª posição mundial no que toca a Citações por Docentes e no 238.º posto em Reputação Académica.

O ranking das universidades a nível mundial, cuja consultora é a britânica Quacquarelli Symonds (QS), avalia o desempenho de mais de 3.500 instituições de todo o mundo, tendo em conta seis indicadores, designadamente a reputação académica, a reputação entre empregadores, a relação entre corpo docente e estudantes, as citações por docentes, os estudantes internacionais e os docentes internacionais.

Para a análise desta edição responderam 75 mil académicos e mais de 40 mil empregadores.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Francisco António
    08 jun, 2017 Lisboa 12:19
    Estes ranking são cada vez mais...divertidos ! O que interessa não é a Universidade mas sim as Faculdades e os Cursos !
  • Manuel Simao
    08 jun, 2017 Porto 11:01
    Em que lugar ficaram as outras universidades portuguesas? Espero que no próximo ano todas subam de nível.