O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Papa triste com “ataque aberrante” em Cabul

31 mai, 2017 - 13:29

O ataque fez 80 mortos e 350 feridos na zona onde se situam muitas embaixadas.
A+ / A-

O Papa Francisco reagiu esta quarta-feira à notícia do atentado em Cabul que fez pelo menos 80 mortos e 350 feridos.

Num telegrama assinado pelo Cardeal Parolin, secretário de Estado, o Papa Francisco expressa as suas condolências a todos os que foram afectados por mais este acto de violência.

“Tendo tomado conhecimento, com tristeza, do ataque aberrante em Cabul e dos muitos mortos e gravemente feridos, o Papa Francisco expressa as suas condolências sentidas a todos os que foram afectados por este acto de violência brutal. Sua Santidade encomenda as almas de todos os mortos ao Todo Poderoso e assegura o povo do Afeganistão das suas continuadas orações pela paz”.

O atentado, que causou graves danos materiais e humanos numa área onde se situam muitas embaixadas, foi levado a cabo com um engenho escondido num camião cisterna de águas residuais.

Trata-se de um dos mais violentos ataques da história da capital afegã.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • otário cá da quinta
    31 mai, 2017 coimbra 16:14
    QUANDO NOS VAI AQUI ACONTECER O MESMO ? Já aqui muitas vezes disse que é difícil acabar com o terrorismo, mas torna-se ainda mais difícil quando os poderosos lhe dão cobertura, que creio ser o que está a acontecer. Esta gente tem que ter dinheiro com fartura para movimentar este terror e não creio que o tenham enterrado em algum quintal porque num quintal não rende dinheiro e portanto não deve ser assim tão difícil ir à MALA DESSA GENTE , a questão está nos interesses obscuros.