O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

​Governo manda bombeiros de transportes para combater incêndios

18 mai, 2017 - 08:01

Acordo celebrado com a CP prevê viagens com partida de Lisboa às quartas-feiras, às 6h00 e regresso às 18h00.
A+ / A-

Este Verão quase 100 bombeiros vão deslocar-se de Lisboa para Viana do Castelo de autocarro e de comboio. A medida foi avançada pelo secretário de Estado da Administração Interna no Parlamento.

A ideia é evitar que os operacionais cheguem cansados aos teatros de operações e o desgaste das viaturas de serviço e os acidentes, justifica Jorge Gomes, citado pelo “Jornal de Notícias”.

O Governo já celebrou um protocolo com a CP. As viagens serão às quartas-feiras, a partir das 6h00, e com regresso a Lisboa às 18h00.

Jorge Gomes defende que a criação destes "transportes alternativos" vai permitir "acabar com as colunas de bombeiros a circular nas autoestradas, o que não era uma imagem positiva".

Estas declarações foram feitas no Parlamento, na quarta-feira, por ocasião da apresentação do Dispositivo Especial de Combate aos Incêndios Florestais para 2017.

Liga lamenta saber pela imprensa

A Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) diz-se surpreendida pela notícia e lamenta que tenha sabido da medida através da comunicação social.

"É lamentável que tenhamos conhecimento disso através da Comunicação Social. Ainda na semana passada tivemos uma reunião com o senhor secretário de Estado e não fomos informados dessa intenção", diz o presidente da LBP, Jaime Marta Soares.

O presidenta da LBP alerta a tutela que o comboio "não vai a todo o lado" e que se trata de um meio de transporte de deverá ser usado pelos bombeiros em último caso.

"Deve ser o último recurso e se não existirem autocarros disponíveis", afirma.

Já arderam mais de 13 mil hectares

As chamas já consumiram este ano 13.530 hectares, uma área ardida dez vezes superior ao mesmo período de 2016, segundo números avançados pelo secretário de Estado da Administração Interna no Parlamento.

Na comissão parlamentar de Agricultura e Mar, Jorge Gomes adiantou que os fogos também aumentaram entre Janeiro e Maio deste ano, tendo deflagrado, até ao momento, 4.839, mais 3.951 do que no mesmo período de 2016, quando se registaram 888.

Este ano, a área ardida situa-se nos 13.530 hectares, enquanto no mesmo período de 2016 existiam 1.203 hectares de florestas consumida pelas chamas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Nuno Ferreira
    19 jun, 2017 Albufeira 02:50
    Eu, que não sou bombeiro, já percebi que o objetivo é transportar homens que sabem apagar fogos, os quais não têm que levar a ferramenta debaixo do braço, nem a cantarinha com água! Qual é a dúvida? Os meios necessários, incluindo a água, as bombas, as pás, picaretas, etc, lá chegarão! Ok?
  • mendes
    20 mai, 2017 braga 20:58
    deixem me rir ---que experiencia tem um bombeiro nascido na cidade de ataque a incendios florestais deixem me rir
  • Fábio
    18 mai, 2017 13:19
    Sou bombeiro a alguns anos e sempre integrei no dispositivo gruata. E nao percebo como os veículos de combate vêm la ter... a voar? Vamos usar veículos de outras corporações? Nao faz sentido
  • Kimkas
    18 mai, 2017 Porto 11:57
    Desculpem a ignorância do macaco, mas isto quer dizer que vão ser incêndios com dia marcado?!!!
  • Jota
    18 mai, 2017 Covilhã 11:31
    De transportes?... Então, mas eles não vão sempre de transportes? Nunca os vi irem a pé!... Ah, o jornalista deveria querer escrever "de transportes públicos"? ...
  • Maria Papoila
    18 mai, 2017 Almada 11:09
    Ainda não decidiram porem os presos a serem úteis? Eis uma boa oportunidade!
  • Maria Papoila
    18 mai, 2017 Almada 09:29
    Ainda não decidiram porem os presos a serem úteis? Eis uma boa oportunidade!
  • Manuel Figueiredo
    18 mai, 2017 Póvoa de Varzim 09:15
    Ridículo!
  • Das Caldas
    18 mai, 2017 Caldas da Rainha 09:14
    E qual o problema? Deveria o Governo alugar "limousines" para os transportar? Não acho que seja qualquer desonra viajar em transportes públicos, muito menos em Comboio, transporte que privilegio para as minhas viagens!
  • Antonio
    18 mai, 2017 evora 08:58
    É uma decisão normal e que faz todo o sentido. O que leva o jornalista a escrever o titulo daquela forma?