A+ / A-

D. Manuel Clemente reeleito presidente da Conferência Episcopal Portuguesa

26 abr, 2017 - 13:13

D. António Marto continua como vice-presidente do organismo e mudaram cinco das sete presidências de comissões episcopais.
A+ / A-

O cardeal-patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, foi reeleito esta quarta-feira para a presidência da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), durante a Assembleia Plenária que decorre até quinta-feira em Fátima.

D. António Marto, bispo de Leiria-Fátima, também foi reconduzido como vice-presidente para o triénio 2017-2020, adiantou o secretário da CEP, padre Manuel Barbosa.

D. Manuel Clemente foi eleito como presidente interino da CEP em Junho de 2013, após a morte do seu antecessor D. José Policarpo, e reeleito no cargo, em Abril de 2014, para um mandato de três anos.

A Assembleia Plenária elegeu como vogais do Conselho Permanente da CEP D. Anacleto Oliveira, bispo de Viana do Castelo; D. Virgílio Antunes, bispo de Coimbra; D. José Ornelas, bispo de Setúbal; D. Antonino Dias, bispo de Portalegre-Castelo Branco; e D. José Cordeiro, bispo de Bragança-Miranda.

Estes três últimos nomes são novidades num conselho que deixa assim de contar com a presença dos arcebispos de Évora e Braga e do bispo do Porto.

Além da Assembleia Plenária, a CEP tem como órgãos (eleitos por 3 anos) o Conselho Permanente as Comissões Episcopais (que em 2011 passaram para 7) e, de carácter executivo, o Secretariado-Geral e os Secretariados Nacionais.

A Assembleia Plenária da CEP reúne-se, ordinariamente, duas vezes por ano, e o Conselho Permanente todos os meses.

Durante a reunião desta quarta-feira os bispos elegeram também as presidências das suas sete comissões episcopais, com mudanças em cinco das mesmas.

A comissão que acompanha o sector da Educação Cristã e Doutrina da Fé vai passar a ser presidida por D. António Moiteiro, bispo de Aveiro; D. António Francisco dos Santos, bispo do Porto, é o novo presidente da Comissão Episcopal da Pastoral Social e Mobilidade Humana.

Para o sector do Laicado e Família foi eleito D. Joaquim Mendes, bispo auxiliar de Lisboa, e para o das Vocações e Ministérios D. António Augusto Azevedo, bispo auxiliar do Porto.

D. João Lavrador, bispo da Diocese de Angra, assume a presidência da comissão da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais para o triénio 2017-2020.

Do anterior triénio transmitam, como presidentes, D. José Cordeiro, bispo de Bragança-Miranda, na comissão de Liturgia e Espiritualidade; e D. Manuel Linda, bispo das Forças Armadas e de Segurança, na Comissão Episcopal da Missão e Nova Evangelização.

A CEP está representada no Conselho das Conferências dos Bispos da Europa (CCEE), pelo presidente do episcopado católico em Portugal, D. Manuel Clemente, e na Comissão dos Episcopados da Comunidade Europeia (COMECE), pelo arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga.

O organismo que acompanha as relações entre os Bispos e os Institutos de Vida Consagrada tem como presidente D. António Couto, bispo de Lamego.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.