O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-

Lisboa instala contentores nos centros históricos para reduzir sacos de lixo nas ruas

21 abr, 2017 - 17:42

Vice-presidente da autarquia refere que este sistema é "mais higiénico e com menos problemas". Os contentores vão ser colocados no Bairro Alto e em Alfama e vão estar localizados consoante os "hábitos" dos residentes.
A+ / A-

A Câmara de Lisboa anunciou que vai instalar em Maio vários contentores de lixo comunitários nas zonas do Bairro Alto e de Alfama. O objectivo é acabar com a acumulação de sacos de lixo nas ruas.

O vice-presidente da autarquia, Duarte Cordeiro, refere que substituição dos sacos para contentores torna-se “mais higiénica” e traz “menos problemas”, principalmente quanto à “atracção de animais ou de outro tipo de sujidade”. Os contentores vão ser colocados em suportes junto aos edifícios.

Uma primeira experiência já foi feita “com sucesso” na Bica e a autarquia decidiu avançar com o projecto. Está a decorrer “neste momento um processo de implementação no Bairro Alto” e em Alfama. Numa primeira fase, o projecto não compreenderá “a totalidade do Bairro Alto”, mas a autarquia prevê atingir esse objectivo.

As localizações dos contentores comunitários vão estar ajustadas aos “hábitos das pessoas que vivem” nestes bairros, em particular nos “locais escolhidos para colocar esses sacos”. A capacidade dos contentores também vai estar de acordo com o volume de resíduos que a autarquia normalmente recolhe nestas zonas.

Em relação ao Bairro Alto, estão planeados 230 contentores em 64 locais numa zona delimitada pelas ruas de Dom Pedro V, de São Pedro de Alcântara, da Misericórdia, do Loreto, da Rosa, da Praça de Camões e do Largo do Calhariz.

Segundo Duarte Cordeiro, a autarquia está a apresentar o projecto à população e às associações de comerciantes e moradores, para em Maio avançar com a colocação dos suportes e em Junho com os contentores.

O vice-presidente da Câmara apontou ainda que o município atribuiu 130 mil euros às Juntas de Freguesia da Misericórdia e de Santa Maria Maior, para colocarem os suportes. A aquisição dos contentores não representou nenhum custo, uma vez que a autarquia já os dispõe “em stock”.

Na área da higiene urbana, Duarte Cordeiro adiantou que o horário de recolha do cartão na zona do Chiado foi ajustado com o objectivo de não “coincidir com o horário de almoço” e acrescentou que a autarquia tenciona apoiar a lavagem das ruas no Verão.

A substituição do sistema de recolha de lixo nos centros históricos faz parte do Plano Municipal de Gestão de Resíduos 2015-2020, há um ano aprovado na Assembleia Municipal.


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.