O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
Benfica

Emissão obrigacionista do Benfica foi "um sucesso"

21 abr, 2017 - 17:37

Domingos Soares de Oliveira, administrador financeiro da SAD encarnada, apresentou resultados em plena EuroNext Lisboa.
A+ / A-

"Um sucesso". Assim resumiu Domingos Soares de Oliveira, administrador financeiro da SAD do Benfica, a emissão obrigacionista emitida pelos encarnados no início de Abril e cujos resultados foram esta sexta-feira apresentados na EuroNext Lisboa.

A procura superou largamente a oferta. Foram subscritos 92 milhões de euros mas só os 60 milhões propostos no prospecto é que acabaram por ser contabilizados. A operação foi um êxito e o CFO da sociedade que administra o futebol dos actuais tricampeões nacionais não podia fazer um balanço mais positivo.

"Tudo o que temos feito presentemente está a ser feito sem antecipar receitas futuras e cumprindo o fair-play financeiro. Não temos uma única chamada de atenção da UEFa e não estamos obrigados a vender passes de jogadores por determinado montante. Somos motivo de orgulho dos nossos parceiros financeiros", salientou Soares de Oliveira, aos jornalistas.

O emblema da Luz avançou para o terceiro empréstimo obrigacionista simultâneo, uma vez que nesta altura estão em vigor também os empréstimos dos triénios de 2015-2018 e 2016-2019.

Este novo empréstimo obrigacionista, o sétimo da história do Benfica, termina em 2020. Os encarnados comprometem-se a pagar uma taxa de juro anual bruta de 4% aos subscritores.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.