O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-

Medicamentos para a artrite reumatóide passam a ser gratuitos em Maio

18 abr, 2017 - 16:57

Portaria publicada esta terça-feira em Diário da República refere que estes fármacos, que beneficiavam de uma comparticipação de 69%, passam a ter um regime excepcional de comparticipação.
A+ / A-

Os medicamentos para as artrites reumatoide, idiopática juvenil, psoriática e as espondiloartrites passam a ser gratuitos para os doentes, uma vez que o Serviço Nacional de Saúde (SNS) vai comparticipá-los a 100%, segundo uma portaria publicada esta terça-feira.

O diploma, publicado em Diário da República, refere que estes fármacos, que beneficiavam de uma comparticipação de 69%, passam a ter um regime excepcional de comparticipação específico para os fármacos modificadores da doença reumática.

Na origem desta medida está a morbilidade que estas doenças provocam, assim como as repercussões pessoais e socioeconómicas nos doentes, uma vez que “são doenças de sintomatologia em muitos casos incapacitante e fortemente penalizadora da qualidade de vida dos doentes”.

Estes fármacos só poderão ser prescritos por médicos especialistas em reumatologia e medicina interna e podem ser adquiridos na farmácia comunitária.

A medida entra em vigor em Maio.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • 18 abr, 2017 23:09
    ha mais de dez anos que a minha prima sofre desta doença ,mas felizmente nao esta incapacitada o que lhe permite apanhar o comboio todos os dias para lisboa e fazer uma vida normal!
  • 18 abr, 2017 23:03
    a minha prima sofre psoriase! tem trabalho mas nao e rica!