|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Kuwait

Mulher filma empregada a cair da janela em vez de a ajudar

31 mar, 2017 - 14:07

A empregada, de nacionalidade etíope, sobreviveu à queda do sétimo andar com alguns ossos partidos, mas o caso está a gerar discussão no mundo árabe sobre como se tratam os empregados imigrantes.

A+ / A-

Uma mulher no Kuwait filmou a sua empregada a cair da janela do sétimo andar e partilhou, depois, o vídeo nas redes sociais.

As imagens chocantes mostram uma mulher, de nacionalidade etíope, pendurada apenas por uma mão da janela de um edifício. Não se percebe como é que se colocou nessa posição, mas uma notícia da AFP indica que se poderá ter tratado de uma tentativa de suicídio, da qual se arrependeu.

A empregada grita e pede socorro, mas a mulher que está a filmar o episódio responde apenas “anda, maluca”, sem fazer nada para a ajudar.

Ao fim de poucos segundos, a empregada não consegue aguentar-se naquela posição e cai, como se verifica no vídeo. A mulher que filma até se aproxima da janela para conseguir captar todos os detalhes da queda.

Felizmente a empregada etíope sofreu apenas algumas fracturas e acabou por ser socorrida pelas autoridades, mas o caso está a gerar um grande debate nas redes sociais, face ao modo como são tratados no Kuwait os empregados domésticos, na esmagadora maioria são oriundos do estrangeiro, nomeadamente de África, da Índia ou do sudeste asiático.

Uma advogada kuwaitiana já anunciou que vai fazer queixa à procuradoria contra a patroa da empregada, por não a ter ajudado e a notícia da AFP, entretanto publicada, indica que a mulher em questão já foi detida pelas autoridades.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Feseca_pt
    03 abr, 2017 aki e ali 15:21
    credo, tão mal se escreve neste País!! pergunto-me se estas pessoas que aqui comentaram foram à Escola e se lá foram, que diabo lá andaram a fazer!!
  • João
    02 abr, 2017 Genebra 21:26
    Que o Santo Padre reze por estes pecados .... e nosso Senhor perdoe.
  • 02 abr, 2017 17:07
    Talvez tenha obrigado a empregada doméstica a lavar as janelas do lado de fora... Deveria ser presa essa patroa...
  • cesar
    01 abr, 2017 pacos de ferreira 15:27
    em primeiro lugar tem de se apurar a razao da mulher estar ali pendurada depois tirar uma conclusao.... poderia a patroa ter xegado naquele instante e ter o telemovel em video isso nao esta apurado
  • Fatima
    01 abr, 2017 São José dos Campos 15:04
    Eu digo que aja justiça essa patroa não tenhe coração que Deus venha ter missericordia louvo ao senhor que Deus vida para impregada
  • João
    01 abr, 2017 Lisboa 11:20
    Esta patroa tal como a maioria dos bipedes daquelas zona não, passam de uns selvagens! Derevia ser acusada de falta de assistência e tentativa de homicido , por cá isto é crime!
  • Virgínia Machado
    01 abr, 2017 Vila Nova de Famalicão 09:42
    Mais maluca foi a patroa que em vez de ajudar pós - se a filmar uma cena que nem tem piada nenhuma. Antes pelo contrário só lhe prejudicou e muito. Não tenho pena dessas pessoas como essa patroa, só fiquei com pena da pobre empregada. Tomara que a patroa tenha o seu castigo e a empregada que venha ficar bem com o seu contacto tempo. Desejo-lhe as melhoras e muita boa sorte na sua conta recuperação.
  • Manuel Nunes
    01 abr, 2017 Sintra 05:20
    Sempre existiu crueldade e indiferença perante o sofrimento alheio no mundo, a diferença é que agora essa crueldade e indiferença entra-nos pela casa dentro em directo a todo o instante, fazendo com deixemos de acreditar na humanidade e percamos o interesse pela beleza mágica da vida.
  • Manuel Simao
    31 mar, 2017 Porto 22:12
    Mundo cão. Latrina.
  • Sempre Atento
    31 mar, 2017 Trancoso 22:11
    O que esperar das mentalidades daquelas zonas do mundo.