A+ / A-

Estado Islâmico reivindica atentado em Londres

23 mar, 2017 - 12:16

Ataque provocou quatro mortos e pelo menos sete feridos em estado grave.

A+ / A-

Veja também:


Está reivindicada a responsabilidade pelo atentado em Londres, na quarta-feira. O autodenominado Estado Islâmico reclamou a autoria esta quinta-feira de manhã, através da agência de notícias Amaq.

“O homem que ontem perpetrou os ataques ao Parlamento britânico é um soldado do Estado Islâmico, que levou a cabo uma operação em resposta aos apelos para atacar cidadãos da coligação”, indica o comunicado da agência.

O grupo terrorista controla partes da Síria e do Iraque, numa investida que começou há poucos anos, mas tem perdido território para os países aliados pela coligação liderada pelos Estados Unidos.

As autoridades britânicas têm-se mostrado convictas de que o homem que ontem atropelou várias pessoas na ponte de Westminster e tentou entrar no Parlamento britânico "agiu sozinho, influenciado pela mensagem fundamentalista islâmica".

A primeira-ministra britânica avançou esta manhã algumas informações sobre o homem: "tinha nacionalidade britânica e já tinha sido investigado por suspeitas de extremismo violento”. Não constava, contudo, da lista actual dos serviços secretos.

A sua identidade é, pois, conhecida da polícia, mas não pode ainda ser divulgada para não atrapalhar a investigação. "Os nossos agentes estão a trabalhar dia e noite para saber as motivações e tudo o que esteve implicado neste plano”, afirmou Theresa May no Parlamento.

No terreno, foram feitas várias buscas domiciliárias, nomeadamente em Birmingham e Londres, que deram origem a oito detidos. As operações vão continuar "noutras partes do país vão continuar", garantiu o chefe da unidade antiterrorista da polícia de Londres, Mark Rowley.

O ataque de quarta-feira matou quatro pessoas e, pelo menos, 29 pessoas estão hospitalizadas, sete das quais em estado grave.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • mariia
    24 mar, 2017 Funchal 10:19
    Passam a vida a fazer homenagens as vitimas e a dizerem que nao tem medo e os atentados sempre a acontecer.Isso nao basta. Eles sao mais espertos. Temos tambem ser radicais nao em guerra com eles mas fechar as fronteiras. O objetivo deles e espalharem se pelo mundo inteiro para fazerem guerras locais , mantando aos poucos os d eurpeus e irem tomando edpaço.
  • ac
    23 mar, 2017 lx 22:40
    só falta vir agora o deputado comunista Miguel Tiago dizer novamente que a culpa do estado islâmico é a direita como disse há meses Estes comunistas sectários e burros ainda vivem no seculo XIX
  • Rodrigues
    23 mar, 2017 Aveiro 16:01
    Citando: Luís 23 mar, 2017 Corroios 15:13 Sou católico. " Luís, católico significa Universal segundo a Enciclopédia Portuguesa e Brasileira, por isso pergunto, é Universal? Qual a confissão religiosa que se pode considerar Universal embora todas pretendam ser? Antecipadamente grato.
  • Portugues
    23 mar, 2017 Porto 15:21
    Esses farsolas do eei, agora não sabem outra coisa. Qualquer coisa que exista, reclamam isto e aquilo, só para dizerem que são ativos. São tão ativos enquanto quem os for financiando. Acabando a chupeta. Acaba-se a atividade. E todos os países sem excepção deveriam de lhes tirar o tapete sem medo. Tapam a cara. Contratam inocentes, mandam-nos fazer isto e aquilo. Eles não deveriam de existir à superfície da terra. O ar que respiram deve de estar contaminado, pois aquelas cabeças nem cérebro têm. Matam inocentes e acham-se isto e aquilo. Todos devemos de estar vigilantes a todos os movimentos suspeitos. Até aqui no nosso país. Por vezes andam a experimentar-nos, deixando sacos suspeitos para ver qual a reacção das autoridades. Todos nós devemos de estar alerta em todo o lado para movimentos suspeitos. Esses mentacapos o que querem é propaganda gratuita, por isso dizem que foi da autoria deles isto e aquilo. Querem impor um clima de medo e terror em todo o mundo, mas nunca irão conseguir. NUNCA.
  • ATÉ AO FIM DO MUNDO
    23 mar, 2017 PORTUGAL 15:17
    Concordo em pleno com o EU MESMO
  • ArturAntunes
    23 mar, 2017 Portugal 15:17
    ali pro Vitor das 14:15 - A ditadura protege de tal forma os seus cidadãos que para além dos facínoras também limpa o sebo aos inocentes.
  • Luís
    23 mar, 2017 Corroios 15:13
    Sou católico e nada tenho contra qualquer outra religião. Por outro lado, as religiões do Livro (Judaica, Cristã e Muçulmana) têm muito em comum, nomeadamente as suas origens. Porém, nas últimas décadas, alguns responsáveis muçulmanos pregam e instigam ódio e violência contra todos os que não são seus seguidores e contra o modo de vida e de estar do mundo ocidental, o qual tem na sua essência princípios judaico-cristãos. Enquanto o mundo ocidental continuar a tolerar a existência e acção no seu território destes responsáveis muçulmanos radicais, as populações dos países ocidentais continuarão a ser flageladas por ataques terroristas suicidas, destinados a provocar a insegurança, o terror, a dúvida nas respectivas convicções e a alteração dos hábitos e estilo de vida do ocidente. De facto, os muçulmanos não são terroristas, mas nas últimas décadas quase todos os ataques terroristas são de inspiração islâmica.
  • Rodrigues
    23 mar, 2017 Aveiro 14:37
    Espertos estes do tal E.I. Pode ter sido apenas um acto tresloucado de um indivíduo mas, como morreu, não pode negar a sua ligação ao E.I. Será que sim? Será que não? A verdade é que há muito as sementes têm sido lançadas à terra e, como se sabe, ficam escondidas sob a terra até que germinam se desenvolvem e mais tarde dão origem a plantas que podem crescer e atingir dimensões bem grandes. Era bem previsível e só não viu quem não quis ver e como diz o ditado bem antigo O PIOR CEGO É AQUELE QUE NÃO QUER VER.
  • Roque Almeida
    23 mar, 2017 Lisboa 14:34
    Alguém tinha dúvidas sobre o mentor destes ataques? Claro que o isis tinha que estar por trás! Só os políticos traidores nos querem fazer querer, que nada tem a ver com o extremismo islâmico. Que interesses haverá por trás destas classes politicas, para compactuarem com esta invasão da Europa, e nos impingirem estas pessoas? Por mim, dispenso-as!
  • Eu mesmo
    23 mar, 2017 Por aí 14:32
    É simples para o EI reivindicar esse atentado, pois é mais uma ocasião para eles fazerem falar deles nos mídias. Na volta o gajo agiu pura e simplesmente por motivações privadas e o grupo islâmico não perde a ocasião para manifestar-se. É como o atentado nas torres gêmeas em NW, reivindicado por Bin Laden. Mas, na verdade isso nunca ficou provado concretamente. E, provas do contrário existem : http://portugalmundial.com/2013/08/versao-oficial-do-11-embuste/#