O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-

Hélio Sousa quer conquistar o Europeu sub-19

21 mar, 2017 - 10:38

Seleccionador nacional dos sub-19, que esta semana disputam a Ronda de Elite, assume “grandes responsabilidades”. Portugal terá como adversários Croácia, Turquia e Polónia.
A+ / A-

Hélio Sousa, técnico da selecção nacional sub-19, perspectivou metas ambiciosas em relação à participação portuguesa no Europeu da categoria. Para o seleccionador, o objectivo é sair vencedor da competição.

Portugal inicia esta quinta-feira a Ronda de Elite de acesso ao Campeonato da Europa. Depois de ter conduzido a selecção de sub-17 à conquista do Europeu, o técnico português fala em “grande responsabilidade” e numa pressão elevada para atingir a fase final.

"A pressão em relação a Portugal é sempre a mesma e é sempre alta. Somos um dos países de topo no futebol de formação. Temos tido um êxito assinalável e esperamos voltar a ter esse êxito. Conseguindo estar nesta fase final acreditamos que é sempre possível chegar o mais longe possível e o mais longe possível é vencer”, afirmou, em entrevista à Lusa.

Sem pressão extra

Hélio Sousa defende que equipa não sente uma pressão acrescida por ter conquistado o Europeu sub-17 e prevê um grupo complicado: “Só passa uma equipa. Esperamos continuar a evoluir e a cumprir os objectivos a que nos propomos. Vamos fazer tudo para sermos os mais fortes”.

O antigo campeão do mundo de sub-20, em Riade, em 1989, analisou cada um dos adversários. “A Croácia é uma geração que já vem com excelentes resultados no espaço competitivo dos sub-17; a equipa turca tem sempre jogadores irreverentes e com qualidade técnica; e a Polónia é sempre uma equipa bastante competitiva, com um futebol mais físico”, o técnico luso denota diferenças entre eles.

Além disso, o seleccionador de sub-19 falou no actual momento de forma da equipa que comanda e deu o exemplo da recente conquista do Torneio de La Manga como um bom indicador.

“Foi um momento competitivo muito bom, que nos levou a ter uma boa evolução. Deixámos uma equipa mais capaz e com mais opções de enfrentar o futuro”, concluiu Hélio Sousa.


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.