O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-

Francisco Guterres é o novo Presidente de Timor-Leste

21 mar, 2017 - 07:02

Relações com Portugal “vão aprofundar-se”, garante o novo chefe de Estado à Renascença.
A+ / A-

Francisco Lu-olo Guterres foi eleito Presidente de Timor-Leste logo na primeira volta. Contados 90% dos votos, o candidato apoiado por Xanana Gusmão conseguiu 70%.

“O povo de Timor-Leste está muito mais maduro para eleger o seu líder, o seu Presidente da República”, afirma o novo chefe de Estado, em declarações à Renascença.

As eleições decorreram na segunda-feira de forma exemplar, segundo os observadores internacionais. Todos “foram unânimes em dizer que esta eleição decorreu num ambiente de paz e de grande tranquilidade”, confirma Francisco Guterres.

Esta é a terceira vez que Lu-olo se candidata à Presidência do país. Teve o apoio dos maiores partidos do país e do líder carismático Xanana Gusmão e vai agora substituir no cargo José Maria Vasconcelos, mais conhecido como Taur Matan Ruak.

A tomada de posse deverá acontecer em Junho. “Nessa altura, quero avançar com o Governo para tudo o que penso: deve investir-se mais na educação, nas infra-esteruturas, para que o povo saiba que o resultado dos seus votos tem utilidade”, defende.

Quanto às relações com Portugal, o novo Presidente de Timor-Leste garante que “vão tornar-se cada vez melhores, vão aprofundar-se e a cooperação vai continuar entre os dois países”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.