O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-

Mourinho apoia Fernando Oliveira à presidência do Setúbal

20 mar, 2017 - 15:08

O treinador do Manchester United, natural de Setúbal, elogia o desenvolvimento recente do clube.
A+ / A-

José Mourinho, treinador do Manchester United, espera que Fernando Oliveira vença as eleições à presidência do Vitória de Setúbal.

Sócio dos vitorianos, nascido em Setúbal há 54 anos, Mourinho expõe, num comunicado divulgado esta segunda-feira pela sua assessoria de comunicação, as razões para apoiar o actual presidente.

“Há alguns anos, como muitos outros vitorianos, temi pelo futuro do clube. Agora, sei que ele existe. Por isso é que apoio a continuidade do actual presidente. Para que consiga terminar a sua obra e com isso deixe o Vitória mais preparado e mais desenvolvido", declara Mourinho.

José Mourinho, filho da antiga glória do clube setubalense, Mourinho Félix, lembra e elogia o trabalho feito por Fernando Oliveira desde que está à frente do clube.

"Após vários anos de recuperação financeira do clube, de estabilização desportiva e de uma aposta inteligente na formação de novos talentos, o desafio está em escolher entre a continuidade de um plano que tem dado certo e uma mudança que ninguém sabe o que pode trazer", diz o “Special One”.

O sufrágio para decidir quem vai ser eleito o presidente do Vitória de Setúbal decorre na sexta-feira. Fernando Oliveira (Lista A), concorre contra o treinador da equipa sénior de andebol, António Santos (Lista B), e o advogado, Vítor Hugo Valente (Lista C).


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.