O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-
Manuel Serrão

"Foram três erros não grosseiros, mas é triste nenhum ter sido favorável ao Porto"

20 mar, 2017 - 12:46

O conhecido adepto do FC Porto analisa o jogo de ontem com o Vitória de Setúbal, deixando algumas criticas à arbitragem. Manuel Serrão avisa que com o Benfica o pensamento só pode ser na vitória e não jogar para o empate.
A+ / A-

O adepto portista Manuel Serrão queixa-se dos erros de arbitragem do jogo em que o FC Porto empatou com o Vitória de Setúbal, apontando três lances de grande penalidade não assinalados.

"São penaltis discutíveis, não diria que foram erros grosseiros, mas foram três e em nenhum deles ter havido uma decisão a favor do FC Porto, não deixa de ser triste", desabafa, Serrão, em Bola Branca.

O comentador e adepto dos azuis-e-brancos admite que os erros da arbitragem são agora menos frequentes, apesar de notar ainda alguns "sinais de incompetência".

"No início do campeonato, os erros que prejudicavam o FC Porto e favoreciam os adversários eram mais escandalosos. Também houve jogos em que o Benfica foi vítima de erros, mas, se fizéssemos um balanço, o FC Porto ainda estaria no 'top' dos mais prejudicados".

Apesar de tudo, Manuel Serrão considera que "já se está uma situação bem diferente do que estava no primeiro terço do campeonato".

Quanto ao empate frente ao Vitória de Setúbal, Serrão acredita que a equipa de Nuno Espírito Santo terá acusado pressão:"O FC Porto entrou com alguma ansiedade. Foi culpa de todos, dos jogadores, de quem os pôs a jogar e de quem não foi capaz de lhes diminuir a ansiedade. Mesmo assim, tivemos oportunidades de sobra para conseguirmos um resultado igual aos anteriores. Vínhamos de resultados magníficos e parece que nos fez mal o Paços de Ferreira ter empatado."

O FC Porto continua no segundo lugar do campeonato, a um ponto do Benfica. Na próxima jornada, no dia 1 de Abril, haverá clássico na Luz e, para Manuel Serrão, há apenas um resultado possível: "Temos que lá ir ganhar, não podemos jogar para o empate."

"Tenho alguns amigos que, antes de saberem o resultado do FC Porto de ontem, diziam que preferiam que a equipa chegasse à Luz a precisar de ganhar, porque é a jogar para ganhar que o FC Porto consegue melhores resultados. Não gostavam que o Porto fosse lá a achar que o empate era um resultado que servia. Portanto, fizeram a vontade a estes meus amigos, porque agora o empate é um resultado que não serve declaradamente, é precisa a vitória", afirma o adepto dos dragões.

O campeonato vai, agora, para, devido aos jogos das selecções, e, se Manuel Serrão pensava que esta pausa poderia prejudicar tanto o FC Porto como o Benfica, agora considera que será benéfica para ambos: "Depois deste fim-de-semana, acho que a paragem é benéfica para os dois, porque dá tempo para pensar e para todos interiorizarem que o empate na Luz não serve para nada. Temos é que ganhar e sair de lá com dois pontos de vantagem. É isso que nos vai dar o campeonato."

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Mais Um
    21 mar, 2017 15:51
    Este e outros como ele NÃO VALEM NADA, até ADORMECE NA TELEVISÃO. COITADO
  • Luis Ribeiro
    20 mar, 2017 Faro 20:58
    O jogo Porto-Vitoria teve varios componentes. Em materia de arbitragem, é evidente que o Vitoria só tem a agradecer as duvidas do arbitro pois o Porto só as pode lamentar, o que diz muito sobre a actuaçao arbitral. O Porto só nao venceu esta partida porque nao foi capaz de concretizar oportunidades claras de golo que dariam ate para golear o Vitoria. Bola na trave, no poste, cortadas milagrosamente sob a linha de golo, entre outras. O Vitoria fez um exibiçao mediocre. Teve uma oportunidade de golo em 90 minutos que concretizou e mesmo assim contando com a infelicidade do jogador do Porto em escorregar. O antijogo é algo que acontece nestas partidas mas a postura do Vitoria foi lamentavel. Veja-se nas substituiçoes como simulavam lesoes para perda de tempo e sairem de maca para logo a seguir estarem de pé. Equipa medica em campo por 7 vezes! Um empate, caido do ceu, nao teria o rotulo de mediocridade ao Vitoria.
  • Rui Reis
    20 mar, 2017 Açores 17:36
    tem toda a razão o Sr.Manuel Serrão o Porto é em todos os jogos prejudicado, o Porto só não é campeão Europeu e nacional por culpa dos árbitros, o Porto é o maior e melhor clube da Europa. será que a dizer bem do Porto já podem publicar o meu comentário anterior??
  • Marcus Simonini Ferr
    20 mar, 2017 Rio de Janeiro 17:34
    Um comentário desses, a pedir por uma penalidade, ainda que duvidosa chega a ser constrangedor para o futebol português, para a Liga NOS, e, principalmente, para o FC Porto, que parece depender da arbitragem para impedir o tetracampeonato encarnado. Tudo isso às vésperas do Clássico, na Luz.
  • Anonimo
    20 mar, 2017 Porto 17:08
    O ultimo comentário é no minimo absurdo e sentido, pois que eu saiba o FC Porto e o Sporting tambem já o fizeram. Em relação ao segundo comentário discordo, porque em todos os clube a gente isenta e não isenta
  • antonio casmarrinha
    20 mar, 2017 grandola 16:33
    diz o srº Serrao que não foram erros grosseiros, tal significa que não foram penalty, mas que o arbito podia ter marcado pelo menos um, já isso fazia jeito.
  • isidoro foito
    20 mar, 2017 elvas 15:35
    então a reunião á uns dias atrás do benfica com a federação dos árbitros de urgência , coisa inédita na europa e no futebol , tinha que servir para alguma coisa
  • Porconta
    20 mar, 2017 Porto 13:20
    Três erros tirados de lupa, mas não viu trancas em frente dos olhos, é sempre o mesmo muito muito sério e isento nos seus comentários, coisa só vista em adeptos e simpatizantes do FCP.