O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-
I Liga

João Alves: "Benfica premiado com a pancada sofrida pelo FC Porto"

20 mar, 2017 - 12:47 • João Fonseca

O antigo jogador das águias fala dos benefícios que a paragem na Liga trará ao conjunto de Rui Vitória, da pressão que acontecerá na próxima semana sobre o árbitro e do talento de João Carvalho.
A+ / A-

A cerca de 15 dias do clássico na Luz entre Benfica e FC porto e com os campeonatos parados pela actividade nas selecções, contam-se espingardas dos dois lados da barricada. Os dois emblemas lutam palmo a palmo pela conquista do título de campeão nacional, mas ambos surpreenderam com os resultados alcançados este fim-de-semana. O Benfica em Paços de Ferreira e o FC Porto em pleno Dragão não superou o Vitória de Setúbal, falhando o assalto à liderança e a possibilidade de se deslocar à Luz, dia 1 de Abril, no primeiro lugar e com um ponto de avançado sobre o tricampeão.

Resultados que surpreenderam João Alves, acima de tudo o empate alcançado pelo FC Porto que jogou após o seu adversário directo, o Benfica.

"Foi uma pancada para o FC Porto. É evidente que há duas semanas para digerir e há jogadores que partem para as selecções. De qualquer forma ambas as equipas falharam os seus objectivos, empataram, não ganharam. Digamos que aquela que depois acabou por ser premiada, com o segundo prémio, não foi com a taluda, foi o Benfica".

No estádio dos portistas esteve uma lança da formação encarnada, João Carvalho, e que fez o golo do empate para os sadinos. "Um grande golo", atira João Alves que fala de um jogador "talentoso" e que em breve deverá "voltar ao Benfica".

Com os resultados desta jornada a classificação permanece igual, ou seja, com os encarnados na liderança com mais um ponto. Contudo, o embate entre ambos os emblemas não fugirá à imprevisibilidade habitual nestas circunstâncias.

"São duas grandes equipas. Benfica e FC Porto têm excelentes jogadores e qualquer equipa pode ganhar. Nos clássicos o resultado em termos de lógica, no que respeita às equipas que estão em melhor forma, não se traduz em campo. faz parte da história do futebol. As equipas continuam com chances de serem campeãs nacionais", afirma João Alves a Bola Branca.

Numa análise mais cuidado e levando em conta que alguns jogadores estarão ao serviço das respectivas selecções o "luvas pretas" reconhece que a paragem no campeonato "veio num excelente momento" para o conjunto de Rui Vitória.

"Há 15 dias para trabalhar mais o Jonas, por exemplo, que é um jogador que necessita de tempo de trabalho. Há 15 dias para recuperar um jogador que tem sido nuclear no Benfica, que é o Fejsa. Também para recuperar o Nélson Semedo que teve uma pequena lesão que o obrigou a parar. Há um ou outro jogador que não está no seu melhor, como o Salvio", analisou o antigo jogador dos encarnados.

A opinião pública deverá esta semana, segundo João Alves, virar-se para a selecção e o clássico só começará a mexer dentro de uma semana. O ex-atleta do Benfica tem uma visão curiosa do assunto, lembrando que apesar dos próprios árbitros já estarem preparados para "umas tiradas para os influenciar", os adeptos já começam a revelar-se "cansados".


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.