O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Não foi encontrada “qualquer prova” de ligação entre Trump e a Rússia

19 mar, 2017 - 22:18

É o que diz um congressista republicano lusodescendente à Fox News.
A+ / A-

O presidente da comissão dos serviços de informações do Congresso dos Estados Unidos, Devin Nunes, diz não ter encontrado "qualquer prova" de conluio entre a campanha de Donald Trump e a Rússia para influenciar as presidenciais.

"Dou-lhe uma resposta muito simples: não", respondeu o congressista republicano lusodescendente à questão da Fox News sobre se viu provas de tal conspiração.

A afirmação de Nunes foi feita um dia antes de a comissão a que preside ouvir o director do FBI, James Comey, sobre as alegadas ligações da equipa do Presidente norte-americano a Moscovo e sobre a alegação de Trump de que foi escutado por ordem do antecessor, Barack Obama.

Nunes disse também não ter qualquer prova de que a Trump Tower, sede das empresas de Trump e da sua campanha presidencial, tenha sido colocada sob escuta antes das eleições.

Os serviços de informações norte-americanos publicaram em Janeiro um relatório segundo o qual a Rússia pirateou contas de correio electrónico de responsáveis do Partido Democrata e tentou interferir na campanha em benefício de Trump.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.