O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-

Séries filatélicas assinalam centenário de Fátima e a visita de Francisco

10 mar, 2017 - 15:04

Selos alusivos ao centenário fazem parte de uma emissão conjunta com os serviços postais do Luxemburgo, Eslováquia e Polónia.
A+ / A-

Os CTT-Correios de Portugal anunciaram esta sexta-feira a edição de duas peças filatélicas, uma comemorativa do centenário das aparições em Fátima, e outra a propósito da visita do Papa Francisco, em Maio, a Portugal, que serão apresentadas segunda-feira.

Os CTT vão também publicar o livro “Fátima 100 Anos”, de autoria Paulo Mendes Pinto, que “procura revisitar não só a história das aparições e dos três videntes, mas também a história dos espaços físicos do santuário e a relação de Fátima com os vários papas, ao longo dos últimos cem anos”.

No selo do bloco filatélico da emissão “Centenário das Aparições de Fátima” está representada Nossa Senhora de Fátima. Os blocos têm uma tiragem de 70.000 exemplares e o valor de dois euros cada, com design da autoria do Atelier Design&etc/Túlio Coelho, e esta será uma emissão conjunta com três países: Eslováquia, Luxemburgo e Polónia.

Segundo os Correios de Portugal, “é impossível compreender a dimensão do catolicismo em Portugal sem ter em conta o centenário que este ano se celebra”, e acrescentam: “a mensagem de Fátima foi acolhida em muitas partes do mundo, havendo hoje inúmeras igrejas e altares consagrados a Nossa Senhora de Fátima”.

Francisco será o quarto papa a visitar Fátima, que anteriormente recebeu Paulo VI, em 1967, João Paulo II, em 1982, 1991 e 2000, e Bento XVI, em 2010.

A emissão filatélica intitulada “Visita de Sua Santidade Papa Francisco” é fixada “através de uma folha especial com quatro selos”.

Trata-se de uma emissão filatélica com uma tiragem de 140.000 exemplares, em que “a imagem de Nossa Senhora do Rosário está presente em todo o lado esquerdo da folha, uma fotografia do arquivo fotográfico do Santuário de Fátima, e do lado direito, o primeiro selo mostra o Papa Francisco (valor facial de 0,47 euros), o segundo os três pastorinhos (valor facial de 0,58 euros), o terceiro a procissão das velas (valor facial de 0,75 euros), e o último, mostra uma multidão de peregrinos no recinto de oração (valor facial de 0,80 euros)”. O design esteve a cargo do Atelier Folk Desing.

As obliterações de primeiro dia das duas emissões serão feitas nas lojas dos CTT Restauradores, em Lisboa, Município, no Porto, Zarco, no Funchal, Antero de Quental, em Ponta Delgada, Teixeira Gomes, em Portimão, e em Fátima.

O livro “Fátima 100 Anos” tem uma tiragem limitada a 10.000 exemplares numerados, é uma edição bilingue, e inclui o bloco da emissão filatélica “Visita de Sua Santidade Papa Bento XVI a Portugal” (2010) e as emissões filatélicas “Santuários Marianos” (2016), “Centenário das Aparições de Fátima – Visita de Sua Santidade o Papa Francisco a Portugal” (2017) e a emissão conjunta Portugal, Eslováquia, Luxemburgo e Polónia do “Centenário das Aparições de Fátima" (2017)”, com o custo de 37 euros.

O autor, Paulo Mendes Pinto é director da Licenciatura e do Mestrado em Ciência das Religiões na Universidade Lusófona, sendo investigador da Cátedra de Estudos Sefarditas Alberto Benveniste da Universidade de Lisboa, onde é o responsável editorial pela revista científica Cadernos de Estudos Sefarditas.

O autor é um dos coordenadores dos volumes “Evangelhos – Comentados” (2005, 2006 e 2007), e, com Mohamed Abed, fundou o Clube de Filosofia Al-Mu'tamid, uma criação da Universidade Lusófona e da Comunidade Islâmica de Lisboa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.