O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-

Cancelamento de conferência é “acto de censura grave” e “abjecto"

07 mar, 2017 - 10:31

A Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa cancelou uma conferência de Jaime Nogueira Pinto depois de pressionada pela associação de estudantes. Direcção alega “questões de segurança”.
A+ / A-

Veja também:


O eurodeputado Francisco Assis e o jurista João Taborda da Gama reagem com repúdio ao cancelamento de uma conferência de Jaime Nogueira Pinto na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

“Isto é um acto de censura. Acho gravíssimo, não apenas a posição da associação de estudantes – mas, enfim, aí ainda poderemos ter em conta a sua juventude – mas que a direcção da faculdade tome uma posição desta natureza”, começa por criticar Francisco Assis.

“Realmente, é um acto de censura e é ainda mais grave porque se passa no interior de uma universidade”, sublinha, considerando “absolutamente inadmissível” e “não enquadrável num Estado de Direito democrático, como é o caso de Portugal”.

Na origem do cancelamento estarão alegadas pressões da associação de estudantes da faculdade, que considera os organizadores da conferência – o grupo “Nova Portugalidade” – nacionalistas e colonialistas.

Na opinião de João Taborda da Gama, comentador diário no programa Carla Rocha – Manhã da Renascença, ao lado de Francisco Assis, trata-se de um “acto abjecto”, decorrente de uma “tentativa de pensamento único, que tem mais de único do que de pensamento”.

“Não conheço pessoalmente o Dr. Jaime Nogueira Pinto, mas deve estar bastante divertido por, com esta idade, ser vítima da censura de esquerda em 2017. Por esta não esperaria e deve estar a achar alguma piada, porque isto também tem de ser visto com algum espírito de humor, embora seja um acto abjecto”, afirma o jurista.

Taborda da Gama anseia por “ver qual vai ser a posição oficial da reitoria da Universidade Nova” e espera “que rapidamente seja reposta a justiça e a universidade faça jus ao seu nome e à sua essência”.

A conferência de Jaime Nogueira Pinto tinha como tema “Populismo ou Democracia: O Brexit, Trump e Le Pen”. À Renascença, considera que este episódio foi um boicote.


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • João Domingos
    07 mar, 2017 Vila Franca de Xira 18:07
    Vamos por bom caminho...Depois admirem-se se o povo se passa com malas e bagagens para partidos de extrema direita.
  • RC Victor
    07 mar, 2017 Lx 15:47
    Eis mais um acto dictatorial da esquerda trotskyista que nos (des)governa qual novo PREC!
  • antonio sergio
    07 mar, 2017 15:33
    Esses são os mesmos basofes que se preocupam em organizar reuniões de "alunos e alunas", achando que assim se contribui para a igualdade de género, ao mesmo tempo que confundem democracia com censura. Só vento em algumas cabeças.
  • João Lopes
    07 mar, 2017 Viseu 14:23
    Há marxistas que não suportam que haja opiniões diferentes das deles. Não sabem o que é a liberdade, nem a respeitam. São descendentes dos controleiros-soviético-maoístas e odeiam as pessoas livres; são servos e escravos dos inimigos da liberdade. São extremamente perigosos numa sociedade livre onde eles se movem com o à-vontade de fanáticos, impunes pelas suas pulsões baixas e tenebrosas.
  • Zé Brasileiro
    07 mar, 2017 Braga - Província 14:20
    A esquerda badalhoca vai levar TUDO PARA A MISÉRIA . Ou seja . Esquerdalhos e gente honesta que trabalha vamos todos PRÓ DIABO .
  • Manuel Cabrito
    07 mar, 2017 Lisboa 14:13
    Despois de ter sido efetuado com sucesso o primeiro implante de um coração artificial no nosso país, eis que temos um rapazes jeitosos, candidatos ao primeiro implante de cérebros artificiais a nivel mundial! Quanto aos responsáveis da faculdade, são uns cagarolas engraxadores com medo de agir, pois pensam poder perder alguma coisa. Não repararam que assim perdem tudo, a começar pela dignidade! Só miséria.
  • Rogerio
    07 mar, 2017 Setubal 12:32
    Ó sr Jaime você está tramado ( e nós também ) porque quem não pensa como os putos está lichado
  • A. Castro
    07 mar, 2017 Porto 11:41
    Mas o que esperam de um governo liderado pelo BE e PCP?, e já agora, o também autoritarismo de Costa! Tudo o que venha da Sociedade Civil é conta o governo e reaccionário; o povo que não se ponha atento,!.
  • A Martins
    07 mar, 2017 Braga 11:39
    Não sou defensor das suas ideias, mas reconheço que este senhor faz comentários interessantes e inteligentes, coisa que não é fácil encontrar em muitos outros comentadores, quer sejam de Direita ou de Esquerda. Com esta atitude, a associação de estudantes não dignificou a Universidade, nem o ensino universitário, que deveria representar abertura de espirito, diversidade de valores e riqueza cultural, pelo que a sua atitude revela apenas que o ensino universitário perdeu todo o sentido e humanismo.
  • tuga
    07 mar, 2017 lisboa 11:21
    Temos a nova PIDE mas agora mais soft e de esquerda!!! Por mim só voltarei a votar quando houver um partido Nacionalista que defenda a nossa raça, que defenda a nossa identidade, que defenda a nossa soberania, só voltarei a votar num partido Nacionalista que defenda a nossa cultura, só voltarei a votar num partido Nacionalista que combata ferozmente este sistema corrupto e caduco, que está paulatinamente a destruir a minha Pátria!! e falo de TODOS mesmo de TODOS estes actuais partidos, cada um dá o seu contributo na destruição da minha Pátria!!!! Precisamos de gente honesta e competente para a formação de um partido NACIONALISTA que sirva Portugal e os portugueses e não interesses pessoais e económicos e financeiros!!!