A+ / A-

Associação Comercial do Porto diz que folheto promocional da TAP em Vigo é insultuoso

08 fev, 2017 - 13:40

A associação quer esclarecimentos do primeiro-ministro sobre um folheto que "insulta o Porto e a região".
A+ / A-

A Associação Comercial do Porto quer que o primeiro-ministro venha esclarecer o teor de um "flyer" que a TAP colocou a circular em Vigo.

No papel promocional, pode ler-se que é possível viajar desde aquela cidade galega até Lisboa a partir de 51 euros, sem aterrar "em cascos de rolha, sem ter de levar uma sanduíche de casa ou sem ter de se levantar antes do nascer do sol".

"Quando recebi uma cópia desse 'flyer' pensei que era uma brincadeira", diz o presidente da Associação Comercial do Porto, Nuno Botelho, para quem as expressões utilizadas confirmam a estratégia de desinvestimento da transportadora aérea nacional no aeroporto Francisco Sá Carneiro.

"Lanço um apelo ao senhor primeiro-ministro, que considero uma pessoa de bom senso, que venha esclarecer, explicar à região porque é que a TAP insulta desta maneira o Porto e a região, diz à Renascença Nuno Botelho.

"A TAP, empresa pública, opera voos muito mais baratos, concorrenciais, de facto, a partir de Vigo em detrimento do Porto, obrigando as pessoas a optar por Vigo, porque o preço, de facto, é fundamental. Só falta oferecerem a viagem com bar aberto a bordo e nós contribuintes a pagar", denuncia o presidente da Associação Comercial do Porto, para quem esta estratégia não é normal, tratando-se de uma empresa pública.

"Se em Lisboa acham isto normal, nós não achamos", desabafa.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Mário
    15 fev, 2017 Braga 13:00
    Mas que raio tem o presidente de qualquer coisa do Porto, a ver com acompanha aérea?!! "Rais parta" os palhaços! Só faltava agora a TAP, ou qualquer outra empresa, precisar de autorizacao de politicozinhos para poder expandir-se e ganharnovos mercados. Parece que agora os portugueses são todos idiotas, é só os políticos é que sabem gerir coisas! Daaaaah...tenham mas é vergonha. E parabéns à TAP pela magnífica criatividade do flyer.
  • isabel maria
    10 fev, 2017 alcainça 15:42
    este senhor não tem a noção do que diz a não ser que seja sócio de uma lowcost.Será que se ouve alguém do resto do país a reclamar deste jeito? Sou dos que votei pelo Porto e voltarei a fazer com muita honra pois sou acima de tudo Portuguesa
  • Carlos marques
    10 fev, 2017 13:29
    O sr. Nuno Botelho deveria perceber que o único objetivo da TAP com este flyer é desencorajar as pessoas a viajar nas companhias Low-cost, que efetivamente obrigam a levantar cedo, aterram longe e não oferecem refeição. Deveria saber que este mesmo flyer, na sua versão portuguesa, também está no aeroporto do Porto. Enfim...
  • Manuel Silva
    10 fev, 2017 Matosinhos 08:05
    Vendo bem,Vigo também fica onde "Cristo perdió el gorro", é o terceiro aeroporto da Galiza, tem 12 movimentos por dia, que ligam Vigo a Madrid, Barcelona e Lisboa, por isso devem ter taxas muito baixas. Como se diz no Porto, mandem fo*er a Tap e Lisboa, para voos mais baratos temos Madrid, que fica praticamente à mesma distancia e tem muito mais destinos. Mais uma coisa, não tarda nada e os destinos Brasil deixam de ser feitos pela Tap, aos poucos vão passar para a Azul..
  • Rogério
    08 fev, 2017 Maia 22:46
    A avaliar por alguns comentários, a inteligência não está em alta pela capital. Deve ser do excesso de aviões
  • Pedro Santos
    08 fev, 2017 Porto 17:08
    Dr. Xico. Pode ser xico, mas de esperto não tem nada. O Porto não quer ser capital de coisa nenhuma. Só um parolo não sabe isso...
  • Nada Histérico
    08 fev, 2017 Porto 16:56
    Ficava histérico era se me tivesse acontecido o mesmo que ao lisboeta Dr.Xico. Ter passado pela escola e não saber que se escreve com H!
  • Nuno
    08 fev, 2017 V.N.Gaia 16:15
    Dr Xico se a região do Porto e o norte que vocês chamam de provincianos não existisse o país com certeza que seria muito mais pobre e não sei se o Sr e outros como você fariam tais afirmações.Saiba que por esse pensamento que não é único sou a favor da regionalização o quanto antes melhor e vós cuidem da vossa vida que nos cá cuidamos da nossa.Chegou a altura do norte exigir de uma vez por todas a sua alforria e deixar de sustentar uma capital inútil que tem sido a capital do desperdício dos recursos do país, tudo o resto que possa argumentar é conversa fiada que já ninguém acredita, a começar pelos políticos, esses, só têm servido os seus interesses e seus apaniguados e com isso têm renegado a região para pela qual foram eleitos , mas pelo contrário alguns os (renegados) só a têm prejudicado.
  • Diogo
    08 fev, 2017 Infante 15:56
    Os bimbos enfiaram a carapuça...E a taxa??
  • tinicom
    08 fev, 2017 Porto 15:23
    Desde que nasci que o ressabiamento de Lisboa pelo Porto existe. Até agora só vi a minha cidade a morrer, os meus conterraneos sem trabalho, porque não existe, por isso pobres.A região do Porto era a mais produtiva nos anos 60, hoje é das regiões mais pobres da Europa. Fomos bem enganados quando foi feito o referendo sobre a regionalização. Já agora, o PIB per capita em Lisboa é de 130% da média Europeia e na região Norte é de 68%, já repararam que o nível de vida no Norte é metade do da capital. Só não entende quem não quiser. Não queremos mais, queremos igual para todo o país.