O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

"Taxas e taxinhas". Rui Moreira anuncia taxa turística no Porto

02 fev, 2017 - 11:45

O presidente da autarquia diz que a aplicação da taxa no próximo mandato visa travar o crescimento desmesurado do fenómeno e impedir que "assuma as mesmas proporções que teve em Barcelona e na Mouraria, em Lisboa”.
A+ / A-

O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, vai propor uma taxa turística para o Porto na campanha das autárquicas deste ano.

A revelação partiu do próprio presidente e candidato à autarquia esta manhã, esta quinta-feira, durante uma conferência promovida pelo jornal ECO.

Rui Moreira sustenta que “este é um assunto em que existe um consenso alargado” e explicou que não avançou com a medida no actual mandato porque não foi assunto da campanha eleitoral.

Moreira diz que a aplicação de uma taxa turística terá por objectivo travar o crescimento desmesurado do turismo no Porto, impedindo que o fenómeno "assuma as mesmas proporções que teve em Barcelona e na Mouraria, em Lisboa”.

O autarca não avança valores para a proposta da taxa turística.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Ricardo Carvalho
    03 fev, 2017 Porto 12:23
    Pois, a cambada incompetente dos políticos que temos aprende rapidamente as artimanhas e os esquemas. Não fazem nada para favorecer a vida das pessoas e quando estas, por mérito próprio, começam a criar algum valor e a ter alguma dinâmica, vêm logo estes palermas açambarcar o que não é deles, para depois meter algum ao bolso e gastar o resto de modo muito discutível. Porto. Para quem quer perceber...
  • alou
    02 fev, 2017 viseu 15:39
    Venha la quem vier, anda tudo a traz do mesmo, bando de gamanços
  • José Sousa
    02 fev, 2017 Porto 15:28
    Numa palavra: Imbecil.
  • Rodrigues
    02 fev, 2017 Aveiro 15:12
    Mais uma forma de entrar no bolso das pessoas. Com tanta gente a mamar, não se pode deixar morrer a "vaca" ... É urgente fazer uma reforma administrativa do País que acabe com a esmagadora maioria dos municípios deste País. As Câmaras deveriam limitar-se a pouco mais que as sedes de distrito.
  • Bela
    02 fev, 2017 Coimbra 14:42
    Santo Deus! Parece que estamos a retroceder no tempo. Na Idade Média é que havia taxas para se poder entrar em certos burgos.
  • Tóni
    02 fev, 2017 Tanto 14:42
    Uma coisa eu não sabia, era que a câmara do Porto é do PSD! Ainda há luíses que nunca mais lhe sai da boca os pafiosos. Como diz o outro "tens que mudar o disco, tens que mudar o disco, desculpa mas tens que mudar o disco..." (quim barreiros). Ou melhor: A KASSETE!
  • daniel
    02 fev, 2017 Coimbra 14:32
    não há dinheiro há taxinhas.. nem entendo como no alentejo não criam uma taxa de passagem de carros. 1€
  • Azedo
    02 fev, 2017 cascais 14:24
    Alguém me pode explicar como uma taxinha evita o crescimento do turismo...........?? Estes políticos não se cansam ......e para eles somos todos estúpidos e engolimos qualquer tanga
  • Vitor
    02 fev, 2017 Porto 14:24
    E em que será investido o valor dessas taxas?
  • Fernando
    02 fev, 2017 Lisboa 13:51
    Alguém que saiba que responda. As cidades podem decretar Taxinhas. Os Concelhos também? E as Freguesias? Há muito turismo de habitação por todo o País.