O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|

100 personalidades contam o que lhes diz Fátima. "Vozes do Centenário" passam na Renascença

100 personalidades contam o que lhes diz Fátima. "Vozes do Centenário" passam na Renascença

A+ / A-

02 fev, 2017 - 09:00

O que mais impressiona em Fátima? Que atracção exerce sobre crentes e não crentes? Que histórias pessoais se cruzam com o “altar do mundo”? No centenário das aparições, a Renascença dá voz a 100 figuras públicas sobre o mistério de Fátima.
A+ / A-
Adriano Moreira é a primeira "Voz do Centenário". “Visita de Paulo VI a Fátima foi um momento de tensão”

São músicos, actores, políticos, filósofos, pensadores, escritores, economistas, gestores, jornalistas, comunicadores, médicos, investigadores, académicos, religiosos. Emprestam a voz para ajudar a explicar o significado de Fátima para os portugueses, numa altura em que o fenómeno da devoção a este santuário contorna a esquina de um século.

Várias figuras públicas, de uma lista onde se incluem nomes como o professor Adriano Moreira, a apresentadora Catarina Furtado, a actriz Eunice Muñoz ou o cardeal patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, falam da sua relação com Fátima, revelam histórias pessoais, evocam momentos de emoção vividos no santuário.

São pedaços de memória colectiva que ganham rosto, traços de personalidade que se reconhecem na busca de um sentido para o mistério da fé. Reflexões sobre espiritualidade e a devoção, para descobrir todos os dias, aqui, no site e nas redes sociais da Renascença.

Os testemunhos, com duração de um minuto, são emitidos na antena da rádio todos os dias até 12 de Maio, às 11h00 e depois da 20h30 de segunda a sexta e ao fim-de-semana às 9h00. A produção é assinada pela equipa da Renascença V+, a marca vídeo da rádio, em colaboração com o Santuário de Fátima.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.