O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
trabalho sem fronteiras

Networld 2020 com português ao leme

18 jan, 2017 - 14:08

A associação europeia que representa as maiores empresas de telecomunicações e os principais centros de investigação nesta área vai ser liderada por um português, Rui Aguiar, professor da Universidade de Aveiro, nos próximos três anos. Ele vai coordenar os fundos europeus que vão ser distribuídos por estes projectos de investigação e desenvolvimento.
A+ / A-
Trabalho Sem Fronteiras 18-01-2017
Trabalho Sem Fronteiras 18-01-2017

Rui Aguiar, em entrevista a Júlio Almeida, explica que há entre dois e quatro projectos que podem trazer muito desenvolvimento para o país. Um para software e 5G que envolve empresas como a Altice ou a Nokia. Outro conjunto de projectos terá duas participações portuguesas: uma ligada à radioastronomia e outra que é um projecto para desenvolver competências tecnológicas com vista a grandes taxas de transmissão e monitorização de pessoas.

Continuamos a ter um grande reconhecimento por parte das grandes multinacionais no trabalho que é inovador, “mas não temos massa crítica”, afirma Rui Aguiar. “Não conseguimos competir com uma Ericsson, uma Nokia ou uma Alcatel”, mesmo que algum desse trabalho dessas corporações seja feita em Portugal. “O engenheiro português é reconhecido” lá fora, mas o produto surge como sendo “de tecnologia alemã ou britânica”, afirma. E é isso que pretende mudar.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.