O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

"Aguardamos visita do Papa com oração, carinho e estima”

26 jan, 2017 - 15:46 • Ecclesia

O bispo de Bragança Miranda promoveu um pequeno-almoço e encontro com jornalistas e antecipou a visita do Papa Francisco a Fátima em Maio.
A+ / A-

O bispo de Bragança-Miranda afirmou esta quinta-feira que a visita do Papa a Portugal por ocasião do Centenário das Aparições será “um momento marcante” para a sua diocese, para a Igreja Católica em Portugal e para o mundo.

Em declarações prestadas durante um pequeno-almoço e encontro com os jornalistas, no Seminário de São José, D. José Cordeiro recordou que já no “cinquentenário” das aparições houve “uma participação muito significativa” e que agora “com outros meios irão muitas mais pessoas”.

De acordo com aquele responsável, apesar de Bragança-Miranda ser uma das dioceses mais distantes, em termos de espaço, do Santuário de Fátima, é um dos territórios mais marcados pela sua espiritualidade.

“Não há capela, Igreja, se calhar família alguma, que não tenha a imagem de Nossa Senhora de Fátima. Bragança está intimamente ligada a Fátima e Fátima a Bragança e, se calhar como diz o Papa Francisco, é das periferias que se vê melhor o centro”, salientou o prelado.

O encontro com os jornalistas, já habitual no início de cada ano, contou com a presença da responsável pela comunicação do Santuário de Fátima, a jornalista Carmo Rodeia.

Para além do tema do Centenário das Aparições e da vinda do Papa a Portugal, que segundo o bispo é aguardada com “oração, carinho e estima”, esteve em foco a mensagem para o Dia Mundial das Comunicações Sociais, publicada pela Santa Sé na última terça-feira, e que convida os media a romper com o ciclo das “más notícias”.

D. José Cordeiro reconheceu “o esforço cada vez maior” dos jornalistas em “comunicar o que é bom, o que é belo, o que é verdadeiro e autêntico e na procura das boas notícias”.

Mas, sublinhando o que disse o Papa Francisco, o prelado apelou a uma comunicação cada vez mais “construtiva, que possa levar mais largo e mais longe a beleza da vida do nordeste transmontano”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.