O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Merkel quer-se entender com Trump, Putin fala em encontro

21 jan, 2017 - 13:22

A líder alemã diz que o que é preciso é trocar ideias de forma respeitosa. Do Kremlin chegam indicações de um eventual encontro, mas só dentro de alguns meses.
A+ / A-

Veja também:


A chanceler alemã Angela Merkel garante que vai fazer os possíveis para chegar a um entendimento com o novo Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre questões como comércio e despesas militares.

Merkel acrescenta, em declarações reproduzidas pela Reuters, que está apostada em preservar a importante relação que existe entre a Alemanha e os EUA.

“O seu discurso inaugural foi muito claro no que diz respeito às suas convicções”, disse Merkel. “Em relação ao discurso tenho duas coisas a dizer. Em primeiro lugar, acredito firmemente que todos temos a ganhar em trabalhar em conjunto com base em regras, valores comuns e acção concertada no sistema financeiro internacional, no sistema comercial internacional e contribuindo também para as alianças militares.”

“Depois”, continuou, “a relação transatlântica não será menos importante ao longo dos próximos anos do que tem sido nos últimos”.

“Trabalharei nesse sentido”, insistiu Merkel, “Mesmo quando houver diferenças de opinião, é mais fácil chegar a acordos e encontrar soluções quando trocamos ideias de forma respeitosa”.

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, também falou da eleição de Donald Trump, afirmando que está disponível para se encontrar com o novo chefe de Estado dos EUA.

Contudo, um porta-voz do Kremlin já veio dizer que esse eventual encontro levará meses a preparar.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • António Costa
    22 jan, 2017 Cacém 14:35
    Existe um pequeno equívoco. É que para trocar ideias é preciso primeiro, tê-las. Senão vão trocar o quê? Notas de banco?
  • couto machado
    21 jan, 2017 porto 14:48
    Sim senhor, acho muito bem. Quando o nosso Marcello foi eleito, a senhora Merkel e o senhor Putin, também quiseram falar com ele, !!!!
  • Mario
    21 jan, 2017 Portugal 14:37
    Notoriamente se vê que está assustada agora fala em respeito como se alguma vez mostra-se respeito pelos outros Países membros da União Europeia e o caso dos migrantes é uma imposição sem nenhum respeito.