|
A+ / A-

Ricardo Araújo Pereira: “É um sinal de saúde que uma sociedade se possa rir dos seus dirigentes”

14 jan, 2017 - 02:12

No programa Ensaio Geral da Renascença, o humorista defende que “fazer rir é uma ambição mais alta do que fazer pensar”.

A+ / A-

Ricardo Araújo Pereira (RAP) considera que “é um sinal de saúde que uma sociedade se possa rir dos seus dirigentes”.

O humorista e o historiador Rui Tavares foram um dos convidados do programa Ensaio Geral da Renascença, gravado ao vivo numa parceria entre a Livraria Ferin, a Renascença e a Booktailors.

Numa altura em que está a lançar o livro “A doença, o sofrimento e a morte entram num bar”, em que analisa o humor, Ricardo Araújo Pereira defende que “fazer rir é uma ambição mais alta do que fazer pensar”.

“A ideia de fazer rir as pessoas seduz-me, aparentemente, mais do que à generalidade das pessoas que eu conheço. Para mim, uma piada é uma coisa importante. O facto de fazer rir os outros é, acho eu, uma ambição mais alta do que fazê-los pensar, porque eu espero que eles já estejam a pensar. Não concebo o público como um conjunto de vegetais”, afirma o fundador do colectivo Gato Fedorento.

Para Ricardo Araújo Pereira, “é um sinal de saúde de uma sociedade que possa rir-se dos seus dirigentes”.

“Acho que isso é bom. Essa relação de jogo que o humor tem com as coisas, com o mundo, parece-me que é saudável porque olha o mundo de uma maneira que ele não quer ser olhado. Opor duas coisas muito diferentes, na comédia é uma coisa que é bem-vinda”, sublinha o humorista.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Paula
    15 jan, 2017 Lisboa 19:49
    O Ricardo é uma personagem muito cómica e divertida, o meu filho o adora eu pessoalmente também gosto muito do vosso programa ! Aborda temáticas muito atuais com mistura de uma pitada de humor divertido, gosto da vossa coragem na abordagem de temas nada fácil digerir para mentes mais fechadas! A equipa é fabulosa dotada de bons profissionais não é nada fácil estar na vossa pele. Eu vos admiro muito homens de coragem e de luta com uma energia contagiante o vosso brilho contagia toda a multidão dentro e fora da TV! Um beijinho muito grande do fundo do meu coração para a equipa! Paula
  • Nao é para todos...
    15 jan, 2017 lisboa 14:28
    Mas por vezes é um humor tendencioso...
  • Alberto
    14 jan, 2017 Funchal 13:15
    também é saudável que se possa rir de Humoristas e pseudo-humoristas.