O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
Sporting

Bacelar Gouveia sai com sentimento de dever cumprido

11 jan, 2017 - 14:49

O presidente do Conselho Fiscal do Sporting anuncia que não será candidato a qualquer órgão social do clube nas próximas eleições.
A+ / A-

João Bacelar Gouveia anunciou, esta quarta-feira, que não será candidato a qualquer órgão social do Sporting nas próximas eleições. O presidente do Conselho Fiscal e Disciplinar sai com sentimento de dever cumprido.

"Volvidos quatro anos, estou em crer que não os desiludimos e foi muito o que se fez, melhor ou menos bem: colaboração na reestruturação financeira do clube, à beira da falência; acompanhamento constante da atividade financeira do clube, pela emissão dos pareceres sobre contas e orçamentos; aconselhamento no processo da auditoria de gestão referente às duas últimas décadas", pode ler-se no comunicado publicado pelo dirigente.

Bacelar Gouveia refere que presidirá esta quinta-feira à última reunião do Conselho a que preside. Bruno de Carvalho e Madeira Rodrigues são os dois candidatos já na corrida pela presidência do Sporting. As eleições estão agendadas para 4 de Março de 2017.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • tugatento
    11 jan, 2017 amarante 17:26
    Ja começam a abandonar o barco.
  • Manel
    11 jan, 2017 Alverca 16:51
    Uma Ratazana é descendência de rato. ! já estão a fugir !!!
  • Manuel Pedra
    11 jan, 2017 Massamá 16:48
    Acredito que sinta um grande alívio por, finalmente, se ver livre dos constrangimentos que a direção actual tem causado!