A+ / A-

Áquila 2016. "Cartas da Guerra" e "Cinzento e Negro" conquistam prémios

11 dez, 2016 - 22:37

Conhecidos os vencedores melhores produções portuguesas de cinema e televisão.
A+ / A-

Os filmes "Cartas da Guerra" e "Cinzento e Negro" foram os grandes vencedores dos Prémios Áquila 2016, que distinguem as melhores produções portuguesas de cinema e televisão e que foram anunciados este domingo.

"Cartas da Guerra" venceu o galardão de melhor filme e de melhor argumento, pelo trabalho de Ivo M. Ferreira e de Edgar Medina, enquanto o filme "Cinzento e Negro" arrebatou os prémios de melhor realizador, atribuído a Luís Filipe Rocha, e de melhor actor principal, para Filipe Duarte.

Maria Rueff venceu o prémio de melhor actriz principal pelo trabalho no filme "O Amor é lindo... Porque Sim!", José Raposo o galardão de melhor actor secundário pela interpretação no filme "O Leão da Estrela" e São José Lapa o prémio de melhor actriz secundária pelo papel no filme "A Canção de Lisboa.

Os prémios Áquila 2016 atribuíram o galardão de melhor telenovela a "A Impostora" e o prémio de melhor série à série juvenil Massa Fresca - ambas produzidas pela Plural Entertainment.

Ainda na categoria televisão, Diogo Infante venceu o prémio de melhor actor principal ('A Impostora') e Isabel Abreu o de melhor actriz principal ('A Rainha das Flores'), enquanto Tiago Felizardo venceu o prémio de melhor actor secundário e Paula Lobo Antunes o de melhor actriz secundária, ambos pelos seus papéis na telenovela 'Santa Bárbara'.

Foram anunciados também os três Prémios Especiais Áquila: o Condor (ou revelação) para a actriz Mariana Pacheco, o Fénix (de carreira) para o ator Luís Vicente e o Excelsior (papel no sector) ao CineGuia Portugal, um directório só para empresas e profissionais do setor do cinema, televisão e publicidade.

Ao contrário das duas edições anteriores, este ano os prémios foram anunciados numa transmissão em directo no canal Cinemundo, sem uma gala de entrega.

Estes prémios são uma iniciativa da Fénix Associação Cinematográfica, cujos vencedores são escolhidos pelos espectadores portugueses por votação online.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.