O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-
Espanha

Villa: "Barcelona depende muito do clássico com o Real"

01 dez, 2016 - 10:24

O antigo avançado do Barcelona considera que os catalães são favoritos e precisam de uma vitória para relançarem a temporada.
A+ / A-

David Villa considera que a época do Barcelona "depende muito do clássico de sábado" frente ao Real Madrid. O antigo avançado clube catalão defende, em entrevista ao jornal "Sport", que se a equipa de Luis Enrique ganhar "tudo mudará".

O Real visita Camp Nou com seis pontos de vantagem sobre o Barcelona. Em caso de derrota, os catalães ficam a nove pontos e podem ser ultrapassados pelo Sevilha, terceiro classificado, também a seis pontos do Real.

Villa pensa que o clássico é determinante para o Barça "superar a má forma". "Durante uma temporada as equipas têm maus momentos e o Barça está a senti-lo agora. Creio, no entanto, que frente ao Real são favoritos, porque jogam em casa", observa.

Em descanso, após o final da MLS

David Villa está de férias, depois do seu clube, o New York City FC, ter sido eliminado no "play-off" da MLS, o campeonato norte-americano. O avançado foi o melhor marcador da equipa, está a gostar da experiência, apesar de confessar que este ano esperava mais.

A equipa foi eliminada pelo Toronto FC, nas meias-finais do "play-off", com um agregado de 7-0.

O jogador, que completa 35 anos no sábado, revela, ainda, que não houve qualquer contacto com o Sporting de Gijón, com vista a um empréstimo dos norte-americanos durante a paragem da MLS.

"Sou o capitão do New York City FC, fiz quase todos os jogos da temporada, fui o melhor marcador. Não faz sentido que o clube me deixe jogar por uma equipa europeia, nem que eu o faça porque tenho alguma idade, muitos anos de carreira e preciso de descansar. Além disso, não faz sentido que um clube me queira contratar, porque a 21 de Janeiro começo o pré-temporada em Nova Iorque", esclareceu o jogador, a propósito da tal possibilidade de representar o Gijón, primeiro clube pelo qual jogou na sua carreira.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.