A+ / A-

José Tolentino Mendonça vence Grande Prémio de Poesia Teixeira de Pascoaes

18 nov, 2016 - 13:10

O júri decidiu por unanimidade atribuir o galardão ao padre poeta pelo seu livro "A noite abre meus olhos", editado pela Assírio e Alvim.

A+ / A-

José Tolentino Mendonça vence o Grande Prémio de Poesia Teixeira de Pascoaes.

O júri decidiu por unanimidade atribuir o galardão ao padre poeta pelo seu livro "A noite abre meus olhos", editado pela Assírio e Alvim.

"A construção de linguagem fortemente visual" e "a poética discreta da espiritualidade" são dois dos elementos destacados pelo júri deste prémio da Associação Portuguesa de Escritores (APE) e da Câmara Municipal de Amarante.

Segundo o comunicado da APE, o júri salienta ainda “o mérito de uma poética discreta da espiritualidade atenta ao rosto e ao olhar do outro, resgatando-o do esquecimento e do desamparo, bem como as projecções de uma estética que, na aparente simplicidade, exprime o deslumbramento e os sobressaltos de uma evidência da liberdade do corpo, lugar de revelação da realidade sacra do quotidiano, em particular nas relações inter-pessoais”.

José Tolentino Mendonça, nascido há 50 anos na ilha da Madeira, é sacerdote, poeta e professor universitário. Em Novembro do ano passado, foi o primeiro português que recebeu o prémio literário Res Magnae pelo ensaio "A mística do instante - o tempo e a promessa".

Actualmente é vice-reitor da Universidade Católica Portuguesa e director do Centro de Estudos de Religiões e Culturas. É ainda consultor do Pontifício Conselho para a Cultura, na Santa Sé.

O prémio tem o valor de 12.500 euros e será entregue a 10 de Dezembro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • José Manuel Calaça
    19 nov, 2016 Angola 15:44
    Parabéns por mais um prêmio literário.Um abraço amigo.