O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-

Estação de metro reaberta em Lisboa. EPAL pede que se evite Defensores de Chaves

19 out, 2016 - 09:08

Ruptura em conduta de água está a complicar a circulação na Avenida da República em Lisboa. Trânsito ainda está a ser desviado.
A+ / A-
Lisboa. Ruptura em conduta de água condiciona trânsito e metro

Foram reabertas as entradas para a estação do metro do Campo Pequeno, em Lisboa, depois de terem estado fechadas devido a uma ruptura de uma conduta de água. A circulação na Linha Amarela faz-se com normalidade.

Quanto ao trânsito, está cortado desde as 5h20 no entroncamento entre as avenidas Defensor de Chaves e João XXI, em Lisboa, mas o corte vai passar a ser no cruzamento entre a João XXI e a Avenida de Roma.

Os condutores são, assim, obrigados a seguir ou para a Praça de Londres ou para a Avenida de Roma, sentido Alvalade.

O túnel da João XXI mantém-se encerrado no sentido Areeiro/Campo Pequeno.

A EPAL está a resolver o problema da ruptura e recomenda aos condutores que escolham percursos alternativos à Avenida Defensores de Chaves. Em comunicado, a empresa indica estão previstas "fortes limitações de trânsito na zona do Campo Pequeno e Avenida da República".

Quanto ao abastecimento residencial, a EPAL garante que são poucos os clientes afectados, “uma vez que já se procedeu a manobras na rede para garantir o abastecimento na zona".

No local encontram-se elementos da EPAL, do Regimento de Sapadores de Bombeiros de Lisboa, da PSP e da polícia municipal.

A Renascença também está no local e falou com o chefe Carlos Saraiva, do Regimento Sapadores Bombeiros, que disse ter sido "uma sorte" as sargetas e os agueiros da zona estarem desimpedidos. A água pode, assim, escoar e os prejuízos não devem ser muitos.

“À primeira vista, os danos são ao nível da faixa de rodagem. À medida de estruturas, vamos percebendo à medida que as pessoas vão chegando aos seus estabelecimentos comerciais”, afirma.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • gui
    19 out, 2016 ccampos196309@gmail.com 11:18
    Como é possível não desviar o trânsito no Areeiro e praça de Espanha.leva-se uma e hora e meia a fazer campolide - areeiro. uma vergonha. Esta camara municipal socialista devia levar uma vassourada.
  • LL
    19 out, 2016 Lisboa 11:04
    Os meus parabéns aos governantes desta cidade que gastam o dinheiro em obras cosméticas para colocar bonita relva nas avenidas, em vez de investir na manutenção das infraestruturas.
  • AM
    19 out, 2016 Lisboa 10:08
    Pronto, lá foi tudo pelo caneiro...