|
A+ / A-

Protesto desconvocado? Taxistas não querem ser acusados de “pressionar” Marcelo

12 out, 2016 - 21:03

Responsáveis vão enviar uma carta ao Presidente da República, a pedir que os receba.

A+ / A-

Um novo protesto estava agendado para a próxima segunda-feira, em frente ao Palácio de Belém, mas a Federação do Táxi quer cancelar e a Antral remete a decisão para quinta-feira.

“Não estão reunidas as condições e não é oportuno manter a concentração para a porta do Presidente da República na segunda-feira”, disse à Renascença o presidente da Federação Portuguesa do Táxi.

Carlos Ramos considera que “não se compreenderia muito bem” o protesto numa altura em que o Governo ainda não aprovou o diploma que regula a actividade das plataformas de transporte, como a Uber ou a Cabify.

“Por outro lado, também não queremos que seja entendido no futuro, se o Presidente da República decidir em favor da classe, que ele tinha decidido pressionado pelo sector. Por isso, também queremos dar liberdade ao Presidente para decidir em conformidade”, argumenta o presidente da Federação Portuguesa do Táxi.

Antral remete decisão para quinta-feira

O presidente Antral, Florêncio Almeida, remete uma decisão final sobre o protesto para uma reunião com a Federação Portuguesa do Táxi marcada para esta quinta-feira.

“Se ela [a concentração] se vai realizar ou não, não cabe neste momento a qualquer dirigente afirmar. São os órgãos sociais das associações unidas neste protesto que têm de tomar as decisões em relação a este tipo de manifestações”, afirma Florêncio Almeida em declarações à Renascença.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, não vai estar em Portugal no dia do protesto. O presidente da Antral diz que é preciso avaliar se "fará sentido ou não" manter a manifestação.

"Não temos nada contra o Sr. Presidente da República nem temos nada que o pressionar. Irmos para a frente o Palácio de S. Bento é uma forma de pressão e o Sr. Presidente da República não precisa de ser pressionado para exercer os seus direitos e fazer cumprir a Constituição da República e já disse que as associações irão ser recebidas", sublinha Florêncio Almeida.

Os responsáveis pela Federação do Táxi e da Antral vão enviar uma carta ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, a pedir que os receba pessoalmente.

A manifestação em frente ao Palácio de Belém tinha sido convocada na segunda-feira, no final do protesto dos taxistas que cortou os acessos ao aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa.

[notícia actualizada às 22h35 - título alterado e declarações do dirigente da Antral à Renascença]

Da marcha lenta aos confrontos. O filme de 20 horas de protesto dos taxistas
Da marcha lenta aos confrontos. O filme de 20 horas de protesto dos taxistas
Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Otário cá da quinta
    13 out, 2016 Coimbra 16:41
    Desculpa esfarrapada, esta a dos senhores taxistas ! Não é o Presidente da Republica que governa nem faz leis, não é verdade ? VOÇÊS ATÉ SABEM QUE ESTÃO PRESTES A LEVAR NO COIRO e não é lá pelo " AMOR " que têm a S. Exa. o Sr. Presidente da República e não - MARCELO (! ) que não vão fazer arruaça. PELO QUE SE VIU NAS FILMAGENS, vocês mereciam era uma policia de choque a vos amassar. Não é admissível que se ataque um homem que simplesmente anda a trabalhar e que com certeza paga os seus impostos. Se entendem que alguma coisa está mal, então que vão fazer o que fizeram ao motorista da Uber, ao vosso tão " AMADO " Sua Exa. SR. P. da República ou ao Exmo. Sr. Primeiro Ministro do Governo de Portugal e não ao COSTA (!). ------ Já agora. estou a pensar em abrir aqui um talho, mesmo ao lado de um que há ali, será que não posso abrir para trabalhar ? PELO VOSSO COMPORTAMENTO PERDERAM TODA A RAZÃO, SE É QUE A TINHAM.
  • Mafurra
    13 out, 2016 Lisboa 10:41
    ROSINDA - Que comparação mais estúpida ! Comparar o Belmiro com o Florêncio. São coisas que não dão para comparar. O Belmiro tenta sempre apresentar o melhor produto. Faz promoções. Dá descontos. Diga-me : o Florêncio faz o mesmo ?
  • Joao Magalhaes
    13 out, 2016 Lisboa 09:00
    Taxistas, uma vez que já se queimaram e nunca mais vão voltar a dominar o mercado, pois as pessoas estão fartas de ser enganadas, o melhor que têm a fazer é: Comprar um carro decente, mante-lo limpo, andarem apresentáveis ( não precisam de andar de fato ) e juntarem-se à Uber, mas atenção, não vai dar para enganar ninguém e são classificados pelos clientes.
  • Ana Rita
    13 out, 2016 Lisboa 07:49
    Em 2015 gastei exactamente 1270€ em taxis. Nunca andei num Uber. Ontem registei-me na aplicação Uber e espero não voltar a pagar a um taxista durante muito tempo. A violência física e verbal dos taxistas é inaceitável, da minha parte perderam uma das melhores e mais fieis clientes que tinham à mais de 10 anos, e nem sequer é pela qualidade do serviço, pelo preço ou pela concorrência, deixo de usar taxis por me recusar a dar dinheiro a alguém capaz de agir e falar da forma como eles falaram neste último protesto. "As virgens são para ser violadas" vai demorar anos a sair da minha memória, agora cada vez que olho para um taxista lembro-me desta frase. Pode ser que mais pessoas pensem como eu e de nada adiante aos taxistas mais negociações ou protestos porque já perderam os clientes que lhes podiam garantir um qualquer futuro, podem reformar-se e vender os carros porque nos taxis não ganham nem mais 1€ meu. Custa-me a perceber no entanto como os responsáveis dos taxis não percebem isto, ao menos consultem os números, vejam quantas pessoas estão a aderir à Uber e quanto desce a sua receita média após cada protesto, será assim tão difícil de perceber?
  • Irra
    13 out, 2016 Porto 03:20
    rosinda Bem, ninguém tem culpa de haver pessoas inteligentes e outras não. Aconselho-a a lavar bem os ouvidos pois tem andado a ouvir mal. Convém inteirar-se bem da situação para poder dar uma opinião mais realista, pois a sua opinião só uma coisa se referiu à situação foi aos taxistas de resto a resposta está fora do contexto do assunto. Talvez se pensar bem depois tenha uma opinião diferente.
  • barsanulfo
    12 out, 2016 alcains 23:24
    A primeira brecha na quadrilha de "taxeiros". E seria bom saber até onde se estendem os interesses de Florêncio Almeida, Presidente da Antral. Escutei hoje num canal de Tv ( não imaginava tais negociatas ligadas aos táxis), que o sujeito tem interesses em seguros auto, centros de formação, oficinas auto, e sabe-se lá que mais. É presidente da Antral, mobiliza a -tropa de choque- taxeira, convoca como mais um boçal dos que comanda, paralisações, manifs, ameaça o ministro e o governo, exige aumento de tarifas, não quer a UBER nos corredores BUS, quer decidir o numero de viaturas que a UBER pode ter em actividade, e outras tantas regras ainda mais idiotas que ele. Esteve bem o governo, o ministro em não ceder e " congelar" aquela turba de arruaceiros no rotunda do relógio, com aspecto porco, feio e maus ( são assim todos os dias). Aquela gentalha, salvo algumas respeitáveis excepções, não passam de um grupo de arruaceiros, malfeitores, que garantem as negociatas do Boss Florêncio, homem que evidencia um enorme defice de cultura democrática, iliteracia e civismo, porém imensa astúcia. Se outra virtude não teve, percebeu a tempo, de evitar que ele e os seus muxaxos, levassem uma carga de porrada da PSP, que vinham eles mesmos, ameaçando dar. Era mesmo o que mais faltava, a capital de um país e o seu aeroporto ficarem sitiados por uma minoria de foras de lei porcos feios, barbudos e mal cheirosos. Que nunca doa a consciência ao ministro, e as mãos á PSP. Carreguem nos tipos!
  • Enfim!
    12 out, 2016 lx 21:44
    Uma fantochada! Uma palhaçada!...Perderam a razão! Se é que a tinham!...
  • rosinda
    12 out, 2016 palmela 21:25
    hoje chegou-me aos ouvidos que o manda chuva da antral esta metido em negocios de carros! qualquer das formas continuo solidaria com os taxistas ! Os funcionarios do continente tambem nao tem culpa do belmiro de azevedo ter começado a vender pao a porta das padarias.