A+ / A-
olhar europa

​Defesa e Ambiente esta semana em discussão

26 set, 2016 - 13:33 • Teresa Almeida

Reuniões dos ministros da Defesa para debater um Exército Comum Europeu e dos ministros do Ambiente para saber se a UE ratifica o Acordo de Paris marcam a semana europeia.
A+ / A-
Olhar Europa (26/09/2016)
Olhar Europa (26/09/2016)

Os ministros da Defesa dos 28 reúnem-se segunda e terça-feira em reuniões informais em Bratislava, para discutir a reforma das políticas comuns de Defesa. Federica Mogherini, a chefe da diplomacia europeia, em conjunto com responsáveis alemães e franceses começam a tentar traçar um caminho, mas o Brexit tem levado alguns Estados-membros a avançar com propostas de cooperação e defesa que Londres vê com cepticismo. A criação de um quartel-general para estabelecer o comando desta força única não é consensual. De resto, alguns Estados-membros acham que há o risco de duplicação das capacidades da NATO.

O presidente da Comissão Europeia viaja para Berlim na quarta-feira para se reunir com a Chanceler alemã Angela Merkel e com o Presidente francês François Hollande. Os três vão reunir-se com altos responsáveis da mesa redonda europeia de industriais. O Brexit e outras questões económicas que assolam a EU estarão em análise.

Na sexta, há reunião de ministros do Ambiente, para decidir se a UE adopta o acordo de Paris e o ratifica antes de o fazerem os 28 Estados-membros, garantindo que a União seria a favor da entrada em vigor do acordo até ao final do ano. Reino Unido e Polónia estão relutantes.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.