O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-
Inglaterra

"Mou" dá corpo às balas. "Não tenho problema em alimentar Einsteins"

23 set, 2016 - 16:23

Discurso crítico, com a ironia de sempre, face às críticas que o Manchester United tem recebido, sobretudo do meio da comunicação social britânica.
A+ / A-

José Mourinho confessa-se relativamente tranquilo quando as críticas aos últimos resultados e exibições do Manchester United incidem única e exclusivamente sobre si. O que o técnico português parece não tolerar é que o foco da opinião pública - sobretudo imprensa e comentadores - esteja virado para os jogadores que orienta.

Esta sexta-feira, durante a antevisão ao encontro com o campeão inglês Leicester City, "Mou" voltou a protagonizar um discurso ao seu nível habitual, com ironia e sentido cáustico apurados.

"Eles (jornalistas e comentadores) não podem orientar, não podem estar no banco, não vencem jogos. Eles podem falar e podem escrever. Eles podem criticar o trabalho de outros, mas eu sou um homem bom e tenho boa vontade. Faço muito trabalho de caridade, ajudo muita gente, pelo que não tenho problemas em alimentar esses Einsteins", atirou, lamentando o rol de considerações de que o plantel que comanda está a ser alvo.

"Sou uma pessoa com tanta sorte. Não posso ficar chateado com nada. A única coisa que faz com que fique um pouco chateado são as críticas aos meus jogadores. Gostaria de conseguir proteger os jogadores de vocês, mas não consigo. Está totalmente fora do meu controlo. É algo muito frustrante", frisou.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.