A+ / A-

Detido suspeito de atentados em Nova Iorque

19 set, 2016 - 16:28

Ahmad Khan Rahami é suspeito de ter colocado várias bombas em ruas de Nova Iorque. Foi detido horas depois de o FBI ter divulgado a sua fotografia.
A+ / A-

Foi detido esta tarde o suspeito de ter colocado várias bombas em Nova Iorque, uma das quais explodiu, fazendo vários feridos. A informação da detenção já foi mesmo confirmada por Barack Obama.

Horas depois de as autoridades terem divulgado a sua fotografia e descrição, Ahmad Khan Rahami foi detido.

A operação envolveu um grande contingente policial e houve trocas de tiros antes de o suspeito de 28 anos, nascido no Afeganistão mas naturalizado americano, ter sido detido.

Um polícia foi atingido no peito mas, segundo a cadeia americana NBC, não sofreu ferimentos graves porque estava a usar um colete à prova de bala. Já o suspeito Rahami terá ficado ferido na troca de tiros com as autoridades, embora não se saiba a gravidade do ferimento.

Rahami é suspeito de ter colocado várias bombas em Nova Iorque e em Nova Jérsia. Uma das bombas em Nova Iorque deflagrou, fazendo 29 feridos ligeiros. Houve ainda um engenho que deflagrou em Seaside Park, Nova Jérsia, mas que não fez feridos. Busca subsequentes revelaram vários outros explosivos que não chegaram a deflagrar.

Um desses engenhos, uma panela de pressão armadilhada, foi levada para local seguro e foi lá que as autoridades encontraram uma impressão digital que os colocou no encalço de Rahami, segundo fonte policial citada pela NBC.

As autoridades norte-americanas dizem que não estão à procura de mais nenhum suspeito relacionado com os ataques e afastam, para já, a possibilidade de uma célula terrorista em Nova Iorque. A investigação quer agora apurar se o homem detido actuou sozinho ou se teve cúmplices.

[Notícia actualizada às 22h04]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • António Pais
    19 set, 2016 Lisboa 17:51
    Americano de gema, assim como os teroristas em França, franceses de gema! Mais uma machadada no modo de vida ocidental... Até qd vais ficar no sofá?
  • INGRATIDÃO
    19 set, 2016 Lisboa 17:12
    Um ingrato este rapaz..Tem naturalização americana e cospre no prato de quem o ajudou.Sempre foi assim.Justiça com ele e que seja condenado à pena adequada de acordo com a lei americana.