O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Sócrates pede afastamento do juiz Carlos Alexandre

14 set, 2016 - 16:29

O pedido de afastamento acontece poucos dias depois de uma entrevista polémica de Carlos Alexandre à SIC.
A+ / A-

Veja também:


A defesa do antigo primeiro-ministro José Sócrates pediu o afastamento do juiz Carlos Alexandre do processo “Operação Marquês”, avança a SIC Notícias.

O incidente de recusa deu entrada esta quarta-feira no Tribunal da Relação de Lisboa.

O pedido de afastamento acontece poucos dias depois de uma entrevista de Carlos Alexandre à SIC, em que o "superjuiz" garantiu que não tem amigos ricos e que tem de trabalhar para pagar as contas, o que alguns comentadores interpretaram como uma referência indirecta a José Sócrates.

Nestas declarações, o responsável do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) não respondeu a qualquer questão sobre processos concretos, mas disse suspeitar ter o telemóvel sob escuta, algo que não o preocupa por não ter segredos.

Na sequência da entrevista à SIC, José Sócrates, arguido na Operação Marquês, já tinha feito saber que ia apresentar queixa do juiz e acusou-o de “abuso de poder”.

O Conselho Superior da Magistratura anunciou que vai apreciar o teor da entrevista dada pelo juiz Carlos Alexandre, no plenário marcado para 27 de Setembro.

Em resposta à Renascença, o Conselho Superior da Magistratura diz que “reserva quaisquer declarações sobre este assunto para momento ulterior a essa apreciação”.

No âmbito da "Operação Marquês", José Sócrates é suspeito dos crimes de fraude fiscal qualificada, corrupção e branqueamento de capitais.

Alguns dos outros arguidos são o empresário Carlos Santos Silva, Joaquim Barroca Rodrigues, Gonçalo Ferreira, João Perna, Armando Vara, Bárbara Vara, Paulo Lalanda e Castro, Inês Pontes do Rosário e Diogo Gaspar Ferreira.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Pinto
    15 set, 2016 Custoias 14:42
    Alguém acredita que haja um amigo que dê milhões a outro amigo? Carlos santos Silva dava milhões a Sócrates, alguém acredita nisso? Carlos Alexandre tem em mãos um processo muito complexo feito por pessoas complexas e dominadores do sistema manipulador. Está a olhos vistos que houve fugas, corrupção e fraudes feito pelo Sócrates, o problema é a loja maçónica que protege os seus, vivemos numa época em que as máfias além de sofisticadas estão dentro das estâncias da justiça e política.
  • Octaviano do Porto
    15 set, 2016 Porto 12:43
    Como se pode ter uma pessoa presa sem culpa formada,pois passados 3 anos ainda estão a investigar novos factos.Começo a dar razão aos que dizem que os motivos são outros que nada tem a ver com justiça.
  • Spartano
    15 set, 2016 Sparta 02:49
    "Dai a Socrates o que é de Socrates (Cicuta) e ao Povo o que é de Povo (Respeito e Lealdade)" "Dai a Socrates o que é de Socrates (Cicuta) e ao Povo o que é de Povo (Respeito e Lealdade)" "Dai a Socrates o que é de Socrates (Cicuta) e ao Povo o que é de Povo (Respeito e Lealdade)" "Dai a Socrates o que é de Socrates (Cicuta) e ao Povo o que é de Povo (Respeito e Lealdade)"
  • Serrano
    14 set, 2016 Guarda 22:48
    O antigo procurador falava dos processos bem como a Dra. Cândida e agora os socráticos querem derrubar um juiz que não disse nada mais do que aquilo que se sabia já. Bandalhice à portuguesa .......tudo controlado. Um homem que enterrou os portugueses em dividas e que continua a pensar que é o dono de tudo. Processos recortados, escutas apagadas, buracos nas leis por onde os trafulhas podem escapar servem para salvar a pele deste ou daquele.
  • Fernando Morais
    14 set, 2016 Porto 22:45
    Não sou "Advogado" de José Sócrates nem tão pouco alguma vez votei nele. Mas que agora estou convicto que estamos perante uma autêntica palhaçada da injustiça, disso não há dúvidas...Como podemos nós portugueses estar perante um Tribunal a ser julgados, com a incerteza de um Juiz se é ou não é imparcial??? Por Amor de Deus, isto parece pior do que um país do terceiro Mundo...
  • Raul Monteiro
    14 set, 2016 Mirandela 22:07
    Mas o juiz Rui Rangel comentou o caso Sócrates na televisão e foi ao mesmo tempo o juiz que analisou o recurso de Sócrates quando recorreu para o tribunal da relação de Lisboa e decidiu pela libertação do engenheiro. O juiz Rangel foi simultaneamente comentador televisivo e juiz no mesmo processo. Na altura, poucos jornalistas ficaram preocupados com esse facto e houve muito silêncio cobarde e comprometido.
  • Tuga
    14 set, 2016 Santarem 21:13
    O Conselho Superior da Magistratura, vai ter que decidir a favor da MAÇONARIA e tirar o Sr. Dr. Juiz Carlos Alexandre do caminho da verdade, para que a corrupção retome o seu percurso normal neste país.
  • Ora!
    14 set, 2016 Lisboa 20:59
    Ora! Mesmo que o pedido de recusa fosse deferido, o outro Juiz do TCIC é tão teso como o Juiz Carlos Alexandre. Por acaso e coincidência, ambos os Juízes do Tribunal Central de Instrução Criminal (que são só dois), são quer um quer outro tesos! Ambos "os têm no sítio". Pois. Temos pena.
  • rosinda
    14 set, 2016 palmela 20:43
    Quem esta a cometer abuso de poder e a defesa de jose socrates!
  • rosinda
    14 set, 2016 palmela 20:33
    a defesa de socrates nao e obrigada a ceder aos caprichos dos seu cliente! Se o seu constituinte resolver que o o juiz carlos alexandre deve ser enforcado em praça publica a defesa vai pedir o enforcamento?