A+ / A-
Miguel Cardoso

​“FC Porto contratou um profissional de excelência”

02 set, 2016 - 14:00

Perfil do sucessor de Antero Henrique é traçado por quem trabalhou com Luís Gonçalves no FC Porto e no Shakhtar.
A+ / A-

Quem conhece bem o novo homem forte do futebol profissional do FC Porto, garante que Pinto da Costa acertou em cheio na escolha.

Actualmente, Luís Gonçalves exercia as funções de director do departamento de scouting do Shakhtar Donetsk, onde trabalhou nos últimos anos com o treinador Miguel Cardoso, que integra a pirâmide técnica do clube ucraniano há 4 temporadas.

Em entrevista exclusiva a Bola Branca, Miguel Cardoso elogia a contratação do FC Porto para liderar o futebol profissional. “Trata-se de um profissional de excelência. É um apaixonado pelo futebol e um profundo conhecedor do fenómeno em geral e do mercado de jogadores. Conhece tudo o que rodeia uma equipa de futebol fruto de muitos anos de trabalho. E é um conhecedor profundo do desporto em geral o que acrescenta vantagens inacreditáveis pelas transversalidades do desporto”, explica.

Miguel Cardoso tem vários argumentos que o levam a concluir que Pinto da Costa acertou na escolha para a liderança do futebol profissional dos dragões. “O FC Porto tem a consciência que está a contratar um portista de excelência que acompanha todo o fenómeno desportivo do clube. Conhece tão bem a realidade do basquetebol, como do andebol, natação, futebol da formação ou profissional", analisa.

"Tem competência adquirida no clube e reconhecida por todos. É uma pessoa de linha dura por ser disciplinador e indutor de dinâmicas de trabalho positivas. O FC Porto está a fazer uma escolha muito boa”, garante.

No Shakhtar Dontesk, Luis Gonçalves deixa obra feita. Foi o responsável pela renovação da prospecção do clube ucraniano e exerceu uma importante influência na política desportiva do Shakhtar. “Restruturou toda a rede de scouting do clube o que permitiu criar um conjunto de valores que se afirmam no Shahktar e na Europa”, revela Miguel Cardoso.

“Foi também no clube um conselheiro fundamental do director geral e um impulsionador de questões associadas à política do clube que deu uma hegemonia desportiva ao clube na Ucrânia e algum sucesso a nível internacional”, acrescenta.

Miguel Cardoso trabalhou com Luís Gonçalves no Shakhtar mas também tinha privado com o dirigente no sector juvenil do FC Porto durante nove épocas. “Esse departamento foi exemplar pelo que produziu a nível de jogadores e vitórias alcançadas mas também pela produção de treinadores como Vítor Pereira, André Villas-Boas, eu próprio e outros. Esse grupo de trabalho era liderado por Luís Gonçalves, coadjuvado por Ilídio Vale", relembra Miguel Cardoso.

"Pelo espírito que conseguiu impor, pela disciplina, organização e provocação positiva e assertiva que nos levava a reflectir e ser cada vez melhores, fez uma equipa de trabalho fantástica. Esse seu talento foi reconhecido e acrescido do conhecimento do mercado internacional levou na altura, o FC Porto a aproveitá-lo como director de scouting do clube”, recorda.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • climerio ferreira
    02 set, 2016 lisboa 23:16
    Alem dessas modalidades tambem profundo conhecedor de hoquei em Patins...o homem certo para o sitio certo boasorte abraco
  • rosinda
    02 set, 2016 palmela 16:17
    Partido top ! Sorte malvada.