A+ / A-

Dois aviões russos chegam na madrugada para combater incêndios

12 ago, 2016 - 12:34

Os dois aviões deverão chegar à base aérea de Monte Real, distrito de Leiria, entre as 04h e as 05h de sábado, sendo depois deslocados para os locais onde o comando nacional de protecção civil entender serem mais necessários.
A+ / A-

Dois aviões pesados Beriev chegam na madrugada a Portugal vindos da Rússia, ao abrigo do protocolo de protecção civil assinado entre os dois países, disse à Lusa fonte do Ministério da Administração Interna.

Os dois aviões deverão chegar à base aérea de Monte Real, distrito de Leiria, entre as 04h e as 05h de sábado, sendo depois deslocados para os locais onde o comando nacional de protecção civil entender serem mais necessários no combate aos incêndios florestais.

O Beriev Be-200 Altair é uma aeronave anfíbia utilizada para combate a incêndios, busca e salvamento, patrulha marítima, carga, e transporte de passageiros, tendo uma capacidade de 12 toneladas (12.000 litros) de água, ou até 72 passageiros.

O distrito de Aveiro era às 10h desta sexta-feira a zona de Portugal continental que mais meios mobilizava no combate às chamas, com mais de mil operacionais no terreno e vários meios aéreos, segundo a Protecção Civil.

Na lista de “ocorrências importantes” destacadas na página da Internet da Autoridade Nacional de Protecção Civil (com mais de três horas e mais de 15 meios de socorro), apenas relativas ao continente, o distrito de Aveiro surge com quatro incêndios activas.

Às 10h, a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), destacava sete incêndios activos: quatro no distrito de Aveiro, dois em Vila Real e um em Viana do Castelo.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • graciano
    13 ago, 2016 alemanha 14:12
    O Beriev Be-200 Altair é uma aeronave anfíbia utilizada para combate a incêndios, busca e salvamento, patrulha marítima, carga, e transporte de passageiros, tendo uma capacidade de 12 toneladas (12.000 litros) de água, ou até 72 passageiros.so esqueceram de mencionar se tambem servem de espioes e no estado em que estao as relacoes russia nato pode ser uma boa ajuda de portugal a russia
  • Fausto
    13 ago, 2016 lisboa 12:25
    Deixem arder não se vê um mosquito no ar...para o ano nas zonas de maior risco antes que comece a arder comessem a regar como se tivesse a arder.
  • a
    12 ago, 2016 a 18:35
    Chegam na hora certa para mandarem umas "bombitas" para o meio do pinhal de Leiria...
  • Carlos Manuel
    12 ago, 2016 Almada 16:54
    Agora pedem ajuda á Russia ? Quanto vai ser preço/ hora/ dia ? O Putin vai querer a fatura . Isto de esmolas da Europa Ocidental acabou . Não há almoços grátis . Portugal é um dos contra da Russia na NATO . Putin é inteligente, vai faturar bem e bem . E que é feito das negociatas ? Quem é que ficou a mamar nisto tudo ? Afinal onde estão os aviões ? Cá !!
  • Carlos Manuel
    12 ago, 2016 Feijó 16:47
    Pedro Ribas: A Alemanha e a Holanda querem é ser bem TRATADOS no Algarve, o resto é conversa . Deixem cá os euros . Na Banca investem MILHÔES , na prevenção e segurança das pessoas ( Portugueses ) zero . Está aí o resultado. Para o ano o mesmo fado . E dura e dura e dura e dura .....
  • Manuel
    12 ago, 2016 Lisboa 14:30
    Estamos sempre à espera que sejam os outros a fazer por nós. Estes que hoje se lamentam, no passado quando estavam na oposição só criticavam e estavam sempre com um espirito destrutivo. Vamps aguaradar as cenas dos próximos capítulos.
  • Jose Melo
    12 ago, 2016 Italia 13:39
    caro Sr. Primeiro MInistro Antonio Costa, a Russia, e em especial o Sr. Putin, nao fazem nada gratis, e muito menos este tipo de operaçoes. Gostaria saber os custos destas e semelhantes operaçoes durante o ano, para iniciar ter uma ideia se nao seria melhor equipar a nossa força aerea de maneira a poder intervir a qualquer momento sem perda de tempo. Ou serà que isto também serve de tacho para alguns.............!!!!!!!!
  • Pedro Ribas
    12 ago, 2016 Nazaré 13:02
    Assim se vê quem é nosso amigo e aliado. Marrocos, Itália, Rússia e Espanha. Cadê a Alemanha e a Holanda?