O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-

​Um "tweet" de Costa. Destino: Schäuble?

30 jun, 2016 - 16:06

Um dia depois de o ministro alemão das Finanças ter declarado que Portugal pode precisar de um novo resgate, António Costa diz que “os alemães que nos conhecem confiam e investem em Portugal”.
A+ / A-

O primeiro-ministro, António Costa, afirma que os alemães conhecedores da realidade nacional confiam e investem em Portugal.

Um dia depois de o ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schäuble, ter declarado que Portugal pode precisar de um novo resgate se não cumprir as regras europeias, António Costa deixou uma mensagem nas redes sociais.

“Os alemães que nos conhecem confiam e investem em #Portugal”, escreveu o primeiro-ministro no Twitter.

A acompanhar a frase está uma fotografia da cerimónia de assinatura de dois contratos para um investimento da multinacional Continental no valor de 50 milhões de euros e que deverá criar mais 125 postos de trabalho.

“Mais que previsões ou especulações, o que Portugal precisa é de investimentos concretos como este. É um grande investimento. Queremos mais”, disse António Costa noutro tweet.

Na cerimónia de assinatura dos contratos Costa referiu que Portugal "tem de recuperar o tempo que perdeu com o relançamento do quadro comunitário" porque "não pode deixar para os penaltis nem para o prolongamento" o que precisa de fazer.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Luis
    01 jul, 2016 Lisboa 13:06
    Pelos comentários conclui-se que os PaFalhados continuam a padecer de muita azia. É melhor curarem-se da azia e começarem a tratar da substituição do Emplastro Passos porque a Caranguejola nas autarquicas vai levar uma coça que nem se vai endireitar. Fazerem querer que o Costa é aldrabão não lembra ao diabo. Se já se esqueceram das milhares de mentiras do Emplastro Passos o povo ainda está bem lembrado. Curem-se, tenham calma, rezem e corram com o Emplastro.
  • mario pereira
    30 jun, 2016 braga 19:40
    investimento feito no tempo do anterior governo. O Poucochinho inaugura. Boa!
  • pa
    30 jun, 2016 lx 18:14
    com este aldrabão em PM qualquer dia nem alemães nem nada.
  • Isabel
    30 jun, 2016 Lisboa 17:26
    Nada como os juros dos portugueses para compensar as perdas dos alemães. Haja paciência.
  • Jose
    30 jun, 2016 Lisboa 17:17
    Entre o último trimestre deste ano e o primeiro do ano de 2017 estou cá para ver os tweets do Costa, é que os fornecedores não ficam eternamente à espera que lhe paguem....
  • ma
    30 jun, 2016 Santarém 17:11
    Os alemães que nos conhecem , (a quem) ???? Confiar num governo que só para estar no poleiro, se uniu á esquerda que se farta de engolir sapos ? Tenha consciência, e enquanto não for autónomo e não depender dos irresponsáveis do BE, não vai a lado nenhum. O BE , devia ter vergonha de tanta asneira que diz. O PC tem mostrado muito mais responsabilidade do que os Bloquistas.... Acorde Sr. Costa e faça o que deve ser feito, e não tente culpar o anterior governo .
  • José Gonçalves
    30 jun, 2016 Freixo de Espada á Cinta 17:08
    pereira cardos tu não presta nem para cão, só mesmo um acéfalo risca o que tu riscas-te.
  • Antonio Almeida
    30 jun, 2016 V.N. de Gaia 16:59
    Sr. Costa o sr. realmente é um exímio vendedor da banha da cobra.E assim vai conseguindo enganar os Portugueses.
  • Pereira CArdoso
    30 jun, 2016 Coimbra 16:46
    Boas tardes Este pratica o racismo e leva o país para o abismo com as 35 h semanais para a F. Pública. Quantas pessoas vai matar com esta lei no setor da saúde com pior assistência ? Quantos processos vão terminar os prasos nos tribunais? Quem paga tudo isto é o setor privado com impostos.
  • António Arcangelo
    30 jun, 2016 Lisboa 16:45
    E a opinião do PCP, não interessa?