O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-

​Um "tweet" de Costa. Destino: Schäuble?

30 jun, 2016 - 16:06

Um dia depois de o ministro alemão das Finanças ter declarado que Portugal pode precisar de um novo resgate, António Costa diz que “os alemães que nos conhecem confiam e investem em Portugal”.
A+ / A-

O primeiro-ministro, António Costa, afirma que os alemães conhecedores da realidade nacional confiam e investem em Portugal.

Um dia depois de o ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schäuble, ter declarado que Portugal pode precisar de um novo resgate se não cumprir as regras europeias, António Costa deixou uma mensagem nas redes sociais.

“Os alemães que nos conhecem confiam e investem em #Portugal”, escreveu o primeiro-ministro no Twitter.

A acompanhar a frase está uma fotografia da cerimónia de assinatura de dois contratos para um investimento da multinacional Continental no valor de 50 milhões de euros e que deverá criar mais 125 postos de trabalho.

“Mais que previsões ou especulações, o que Portugal precisa é de investimentos concretos como este. É um grande investimento. Queremos mais”, disse António Costa noutro tweet.

Na cerimónia de assinatura dos contratos Costa referiu que Portugal "tem de recuperar o tempo que perdeu com o relançamento do quadro comunitário" porque "não pode deixar para os penaltis nem para o prolongamento" o que precisa de fazer.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.