A+ / A-
Selecção Nacional

Marcelo foi à "flash interview". "Está feito"

22 jun, 2016 - 19:26

Inédito. O presidente da República compareceu na zona de entrevistas rápidas da RTP, após o empate entre Hungria e Portugal (3-3).
A+ / A-

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, compareceu de forma inédita numa zona de entrevistas rápidas, dedicadas às declarações dos jogadores e treinadores.

Pela primeira vez, um Chefe de Estado surgiu numa "flash interview", de sorriso rasgado e com uma leitura pragmática do empate entre Hungria e Portugal (3-3), que carimbou o apuramento para os oitavos-de-final do Euro 2016.

"Sofremos, mas foi bom e passámos frente a uma equipa que jogou pelo resultado, naquele que foi um dos jogos mais emocionantes e com muitos golos no Europeu. Depois, dei um grande abraço a Fernando Santos. Está feito. Os jogadores mostraram muito genica quando o resultado esteve 1-0, 2-1 e 3-2. Tivemos 25 minutos excecionais e os jogadores conseguiram dar três a voltar ao resultado", afirmou Marcelo, à RTP.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Americo
    23 jun, 2016 Leiria 11:50
    Simplesmente triste.
  • Alberto
    23 jun, 2016 Funchal 11:41
    Alguém sabe quando ele vai ao "Preço Certo"? Tenha decoro Sr. Presidente!
  • JM
    23 jun, 2016 Ovar 10:11
    Este PR continua a ser um comentador, mas agora também é emplastro. Vivemos mesmo num país de bananas (felizmente não todos). Costuma-se dizer que cego não é quem não vê, é quem não quer ver, e eu concordo.
  • Miguel Botelho
    23 jun, 2016 Lisboa 09:45
    O inacreditável está a acontecer no Europeu de França. O insólito episódio de um jogador a atirar com um microfone para a água de um lago, fez com que todos (incluindo a maior parte dos espectadores) olhassem para o lado e fingissem que nada tinha acontecido. O problema é que as imagens correram o Mundo e mereciam um pedido de desculpa de Ronaldo. Até o presidente-rei Marcello fez de conta que nada se passou, em relação ao lamentável episódio do microfone roubado e atirado para a água. O seleccionador nacional encolheu os ombros e disse que nada viu. Os jogadores, como Quaresma, também fizeram o mesmo e riram-se do caso. Na verdade, portaram-se como gloriosos patifes; uns autênticos mercenários, mafiosos, onde Ronaldo se comporta como o rei de todos.
  • Dias
    23 jun, 2016 Lx 00:51
    Ainda me lembro do fado, Fátima e futebol, mas nunca vi Salazar ou Américo Tomáz a dar entrevistas sobre o negócio do futebol, agora está muito pior, neste aspecto, o Pais num total descalabro financeiro, por causa dos bandidos dos bancos e corrupto da política e eles a distraírem o Povo com futebol.
  • Gil Ferreira
    23 jun, 2016 Lisboa 00:11
    Hihi... Grande Marcelo! Sempre a inovar. Um Presidente bom para levantar o ego a este país.
  • 22 jun, 2016 23:38
    triste fado
  • Carlos Santos
    22 jun, 2016 Aroeira 22:31
    Vai ser Sol de pouca dura! Vamos "marchar" contra a Croácia! E passar em terceiro lugar num grupo destes e está tudo eufórico? Sem ganhar um jogo?Será que beberam? Acordem!!! Hoje marcámos golos porque a Hungria já estava apurada e deixou logo de entrada 4 dos melhores no banco, foram substituindo outros e jogaram muito abertos...e mesmo assim íamos perdendo...uma bola no poste que daria o 4º golo à Hungria... Por isso acordem e bebam água antes de comemorar este enorme feito da equipa nacional...do Jorge Mendes!
  • Pedro Andrade
    22 jun, 2016 Braga 22:11
    Que PR mais penetra...
  • Pedro
    22 jun, 2016 Bencatel 21:59
    Cada vez está pior, tão mediático que nós somos! Enfim o Zé em vez de eleger um Presidente da República elegeu um papa presenças.