|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Clientes confusos com mudanças nos pagamentos com cartão

21 jun, 2016 - 20:03

Desde 6 de Junho que os terminais de pagamento automático passaram a permitir ao cliente escolher a rede que quer usar para pagar. Numa ronda por lojas de Lisboa a Renascença encontrou muitos clientes e comerciantes desorientados.

A+ / A-
voxpopMB
voxpopMB
Ouça o que dizem os portugueses sobre as alterações nos terminais de multibanco

Escolher entre crédito e débito é uma nova opção disponível nos terminais de pagamento por multibanco. A SIBS, que gere os pagamentos multibanco em Portugal, garante que não tem implicações para o consumidor.

A empresa explica que a alteração decorre apenas de um regulamento europeu de taxas de intercâmbio de cartões e garante que o cliente pode continuar a fazer o pagamento através do habitual "verde, código, verde". Mas a confusão já se faz sentir.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Amigo
    22 jun, 2016 Portugal 16:43
    Mundo em que vivemos tu não escolhes se é multibanco ou não, escolhes entre débito ou crédito e se o teu cartão é visa electron nunca podes pagar cmlomo crédito pois ele não é validado. Para pagares como crédito precisas de utilizar cartões da rede mastercard ou visa ao invés que visa electron e maestro sao apenas cartões de débito muito utilizados em.portugal mas com grandes limitações no resto da europa e mundo.
  • ojornaleiro
    22 jun, 2016 Escariz 12:36
    a confusão faz-se sentir porque a comunicação social, ao não estudar o assunto andou a enganar as pessoas...enfim...
  • Clarificação
    22 jun, 2016 Lx 09:36
    "Mundo em que vivemos", só para esclarecer que, visto que usaste o cartão de débito, este normalmente tem disponivel duas redes para funcionar a Multibanco ou Visa Electron e ambas são para operações com cartão de débito ... simplesmente a rede usada para a transação poderá ser a nacional ou a internacional respectivamente, para o utilizador do cartão é igual ... já o comerciante é que poderá pagar taxas de operações de débito diferentes numa rede ou noutra e como tal, para ele, poderá ter mais vantagens em usar uma ou outra.
  • José Silva
    22 jun, 2016 Lisboa 09:35
    Com efeito, poderia ter havido uma divulgação mais eficaz das alterações, mas por outro lado não me parece que haja lugar a qualquer confusão. Um cartão que é exclusivamente de débito nunca poderá passar a ser de crédito só porque se têm uma opção adicional no TPA. Os cartões de crédito exigem a celebração de um contrato específico e está sujeito a aprovação. Trata-se apenas de uma opção de marca entre Multibanco e Visa Electron ou Maestro, nada mais.
  • bobo
    22 jun, 2016 lisboa e outra 09:24
    Só importamos o que lhes convém, reformas,salário mínimo,e ordenados isso é só para os profissionais da politica, gestores e banca como se fossem os melhores , infelizmente são os melhores nas falcatruas .
  • Zé Povinho
    22 jun, 2016 Lisboa 09:22
    Se não há custos para os consumidores, certamente andam agora a dizer isso, porque está já tudo a contestar, porque a intensão era mesmo cobrar taxas pelas compras a crédito. No entanto, não acredito que não hajam taxas. Pelo sim e pelo não, espero que o Bloco de Esquerda e o PCP obriguem o governo a corrigir e legislar sobre esta situação. Eu sempre disse: o maior inimigo do povo, são os bancos! Vejam os milhares de milhões de euros em corrupção e que o Estado tem lá injetado dinheiro, dinheiro esse que poderia servir para revitalizar a economia e apoios sociais. Só para que tenham uma ideia, o buraco do BPN dava para ajudar os pobres em Portugal, durante 20 anos!!!! Está tudo dito!
  • ds
    22 jun, 2016 Lisboa 09:19
    Se o cartão que tem é de débito, é impossivel fazer uma compra a crédito. Apenas tem de escolher a rede do cartão, que quer visa electron quer Multibanco, são apenas de débito. Infelizmente o mundo em que vivemos é mesmo este em que existe pessoas como você, que preferem especular e inventar em vez de primeiro se informarem
  • Nuno
    22 jun, 2016 Lisboa 09:14
    Não procurem informação em notícias que ficam pela metade nem em comentários de quem não sabe. Um Visa Electron nunca será um cartão de crédito. No que toca aos pagamentos com cartões, Multibanco, Visa Electron ou Maestro são acordos de cartão de débito. A haver diferenças (caso existam) elas são para o comerciante, que poderá pagar uma taxa diferente para cada acordo. Para o cliente fica tudo como dantes.
  • Mundo em que vivemos
    22 jun, 2016 Terra 08:27
    Hoje fui a repsol e utilizei o meu cartão de débito (multibanco)...se não estivesse atento (por defeito o pagamento era visa electron) e perguntasse ao colaborador da repsol como haveria de mudar para multibanco (carregar no asterisco), a máquina assumia cartão de crédito e não MB... é uma roubalheira...é o que eu posso dizer!!!!