O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-

Passos diz que "nunca" esteve numa inauguração, a realidade diz outra coisa

07 mai, 2016 - 22:00

Há muitas inaugurações no currículo de Passos Coelho enquanto primeiro-ministro. Recorde algumas delas.
A+ / A-

“Nunca estive em nenhuma obra de inauguração, nem de estradas, nem de auto-estradas, nem de pontes, nem de coisa nenhuma. Estaria lá com certeza o senhor ministro da Economia em representação do Governo.”

A afirmação é do ex-governante Pedro Passos Coelho, que garantiu, na sexta-feira que, se fosse primeiro-ministro, "não estaria" na inauguração do túnel do Marão. “Creio que o túnel do Marão é uma obra bastante consensual em Portugal. Não vale a pena reclamar louros sobre ela. Mesmo que eu fosse primeiro-ministro, coisa que hoje não sou, e a obra fosse inaugurada amanhã, eu não estaria lá", referiu Pedro Passos Coelho.

Mas os factos contradizem a afirmação do presidente do PSD. Há inaugurações para todos os gostos no currículo de Passos Coelho enquanto primeiro-ministro: em Agosto de 2015, inaugurou a Ponte da Foz do Rio Dão, no IP3, uma obra localizada entre Mortágua e Santa Comba Dão, que custou mais de 10 milhões de euros.

Um mês antes, Passos Coelho presidiu à cerimónia de inauguração dos Edifícios Centrais do Parque Tecnológico de Óbidos onde estão instaladas cerca de 60 empresas. O então primeiro-ministro apelidou a obra, que correspondeu a um investimento de 60 milhões de euros, de "exemplo emblemático" do que poderia ser feito no país.

Em Março de 2014, inaugurou a sede da Polícia Judiciária, em Lisboa, e o Centro de Investigação e Desenvolvimento de Jogos Digitais (Digital Games Lab) do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), em Barcelos.

Em Setembro do mesmo ano inaugurou o novo quartel de Estremoz da GNR e em Dezembro marcou presença na inauguração de um novo hospital privado em Vila do Conde, onde teve que contornar os manifestantes que entoavam cânticos de protesto ao governo.

O antigo primeiro-ministro José Sócrates acusou, este sábado, Pedro Passos Coelho de "não ter compreendido o simbolismo da inauguração do túnel do Marão", depois de Passos Coelho ter recusado o convite para estar presente, por razões de "agenda".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Rui
    10 mai, 2016 Castelo Branco 18:05
    Mentiroso compulsivo... Palavras para quê? É do PSD...
  • Msabel
    10 mai, 2016 Almada 12:31
    Mais uma das mentiras deste aldrabão. Sofre de mitomania. Deveria tratar-se
  • fanã
    09 mai, 2016 aveiro 19:26
    Será simplesmente falhas de memoria ou amnésia grave ???????
  • Jaquim costa
    09 mai, 2016 entroncamento 18:25
    Como pode este senhor fazer inauguraçoes de obras de túneis, estradas, etc, se ele pertenceu a um governo que tinha aversao a obras, possivelmente porque só sabiam fazer NADA rsrs
  • Jorge
    09 mai, 2016 Seixal 18:08
    Está-lhe no sangue. Começou a mentir com os dentes todos na campanha eleitoral em 2011. Consegui enganar a maioria povo com a história das gorduras do estado, o que não fazia e depois foi o que se viu, (ainda hoje há muitos que foram enganados e gostaram, continuam a acreditar no que ele diz) agora, a ansiedade em desacreditar este governo é tanta, que nem esteve em nenhuma obra de inauguração. É doentio. Sr. Pedro Passos Coelho, o senhor é um mentiroso compulsivo e perigoso para exercer funções de estado, reforme-se.
  • Revoltado
    09 mai, 2016 Seixal 17:47
    O que é que se espera de um aldrabão.
  • euripedes
    09 mai, 2016 alcains 17:02
    Este sujeitinho, imbecil balbuciante, subestima a inteligência dos portugueses. Recordemo-nos: O mentiroso compulsivo, após as eleições de Outubro, teve a imensa lata, de ir a uma autarquia PSD, inaugurar uma escola á muito inaugurada. "Aceitarei reduções nas deduções no dia em que o Governo anunciar que vai reduzir a carga fiscal às famílias." "Aqueles que são responsáveis pelo resvalar da despesa têm de ser civil e criminalmente responsáveis pelos seus actos." "Se formos Governo, posso garantir que não será necessário despedir pessoas nem cortar mais salários para sanear o sistema português." "A ideia que se foi gerando de que o PSD vai aumentar o IVA não tem fundamento." "A pior coisa é ter um Governo fraco. "Já ouvi o primeiro-ministro dizer que o PSD quer acabar com o 13.º mês, mas nós nunca falámos disso e é um disparate." "Como é possível manter um governo em que um primeiro-ministro mente?" "Estas medidas põem o país a pão e água. Não se põe um país a pão e água por precaução." "Aqueles que são responsáveis pelo resvalar da despesa têm de ser civil e criminalmente responsáveis pelos seus actos." "Como é possível manter um governo em que um primeiro-ministro mente?""Ninguém nos verá impor sacrifícios aos que mais precisam. Os que têm mais terão que ajudar os que têm menos."
  • Carlos Manuel
    09 mai, 2016 Oliveira de Azemeis 13:56
    Eu não sou de esquerda, nem nunca fui,no entanto Partilho da opinião de muitos que aqui já demonstraram a sua insatisfação pela governação de Passos Coelho, nomeadamente por mentir aos Portugueses antes e depois das funções que desempenhou(mal) e como se não bastasse, continua a mentir...vai para o estrangeiro artista...queres e dar nas vistas,esquece! Como politico morreste,não tenhas ilusões...
  • PJCM
    09 mai, 2016 lisboa 11:46
    O rapaz quer é aparecer nas notícias para dizer que não está morto. Coitado mas é que está morto mesmo e não se apercebeu. Aliás os do partido dele só poucos o aturam e ele vai dar nome a um novo partido porque o psd não é do rapaz do pin.
  • Eborense
    09 mai, 2016 Évora 11:39
    Não percebo é como o PSD continua a ter este senhor como Presidente. Mentiu descaradamente enquanto 1º Ministro e continua a mentir descaradamente como líder da oposição. Enquanto este sr. for o líder da oposição a geringonça agradece e o País fica a perder.