A+ / A-
Olhar Europa

Mais Síria, menos refugiados e mais Europa digital

18 abr, 2016 - 14:03 • Cristina Branco

Os MNE´s reúnem-se para debater a situação e possível reconstrução da Síria. Tusk, Merkel e Turquia também falam do tema noutra reunião. A Europa tenta, entretanto, dar novo impulso à sua presença nas redes digitais.
A+ / A-
Olhar Europa (18/04/2016)
Olhar Europa (18/04/2016)

Ministros da Defesa e dos Negócios Estrangeiros reunidos a partir desta segunda-feira no Luxemburgo. Tema central: o reforço da assistência à Líbia, para garantir um plano de reconstrução e segurança daquele país. Está prevista uma videoconferência com o Primeiro-ministro líbio, Faez Sheraz, para analisar a expansão da missão naval da União Europeia junto da costa líbia.

Nesta reunião, será ainda debatido o actual momento de crise dos refugiados e o acordo estabelecido com a Turquia para a recolocação de migrantes que chegam ao espaço comunitário. Medidas contra o terrorismo e uma solução para a Síria também serão assuntos centrais. São temas que estarão também no centro da agenda do encontro com Donald Tusk, Angela Merkel e as autoridades turcas, no próximo sábado, justamente nas proximidades da fronteira com a Síria.

Está prevista para terça-feira a apresentação de um plano para a digitalização da indústria da União Europeia. O plano será apresentado pela própria Comissão que pretende acelerar o desenvolvimento das redes de comunicação.

Bruxelas estará, naturalmente, atenta à reunião da NATO e da Rússia que, na quarta-feira, vão retomar o diálogo com particular destaque para a situação na Ucrânia.

Aguardadas para quinta-feira novas medidas do Banco Central Europeu no quadro da política monetária. É esperada, ainda, de Mario Draghi uma reacção às recentes críticas do ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schauble, quanto ao alegado “facilitismo” do BCE. Os responsáveis de Frankfurt já garantiram ter ao seu dispor mecanismos para manter a inflação em valores reduzidos.

Ainda para quinta-feira, está agendada uma reunião dos ministros da justiça e da Administração interna.

Máxima atenção, na sexta-feira, dia da reunião dos ministros das Finanças da Zona Euro. No encontro de Amsterdão será debatida a situação financeira da Grécia e a relação com os credores internacionais. Em cima da mesa podem estar novas medidas de austeridade para que o Governo de Atenas possa cumprir as metas orçamentais.

Após a reunião da zona euro, será a vez dos ministros das Finanças da União Europeia se encontrarem no dia seguinte e, no final do encontro, podem ser sugeridas medidas para evitar fugas ao fisco. Tudo na sequência do caso “Panama Papers”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.