A+ / A-

Papa elogia atitude humanista dos gregos à chegada a Lesbos

16 abr, 2016 - 09:14 • Catarina Santos, em Lesbos, com Aura Miguel

Francisco encontrou-se com o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, logo após ter aterrado em território grego.
A+ / A-
Papa elogia atitude humanista dos gregos à chegada a Lesbos
Papa elogia atitude humanista dos gregos à chegada a Lesbos

O Papa Francisco elogiou, este sábado, à chegada à Grécia, a atitude humanista manifestada pelo povo grego no acolhimento de migrantes e refugiados.

A declaração consta de uma posição conjunta divulgada pela Santa Sé no final de um encontro que Francisco e o primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras, mantiveram esta manhã, no aeroporto de Mytilene, em Lesbos, logo após a chegada do Papa a território grego.

Francisco destacou que o facto de o povo grego dar provas de solidariedade e de compromisso com os valores universais num quadro difícil, de duras restrições económicas.

De acordo com o comunicado da Santa Sé, Francisco e Tsipras falaram sobre a questão dos refugiados e, em particular, sobre a situação na ilha de Lesbos, tendo ambos sublinhado que a crise dos refugiados é uma questão europeia e internacional que pede uma resposta abrangente, no respeito pela lei europeia e pelo direito internacional.

Franscisco e Tsipras apontaram, ainda, a necessidade de proteger as pessoas que arriscam as suas vidas nos Mares Egeu e Mediterrâneo e de combater as redes de contrabando humano, eliminando rotas perigosas e criando canais seguros para a reinstalação das pessoas em território europeu.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.