|
A+ / A-

​Sócrates já pode viajar para o estrangeiro

12 abr, 2016 - 23:05

Antigo primeiro-ministro continua proibido de contactar com outros arguidos do processo "Operação Marquês".

A+ / A-

O ex-primeiro ministro José Sócrates viu retirada a medida de coacção que o impedia de sair do país sem autorização judicial.

"A proibição de sair do país foi levantada a semana passada", disse esta terça-feira à agência Lusa o advogado João Araújo.

Segundo a mesma fonte, continuam em vigor as outras medidas de coacção, nomeadamente proibição de contactar com arguidos do processo e o termo de identidade e residência.

"O que aborrece não é que se mantenham as outras medidas de coacção. O que é insuportável é que ainda se mantenha o inquérito", afirma João Araújo.

José Sócrates é um dos 12 arguidos da Operação Marquês, tendo sido detido a 21 de Novembro de 2014, no aeroporto de Lisboa, indiciado pelos crimes de fraude fiscal qualificada, branqueamento de capitais e corrupção passiva para ato ilícito.

Esteve preso preventivamente mais de nove meses, tendo esta medida de coacção sido alterada para prisão domiciliária, com vigilância policial, a 4 de Setembro de 2015.

Desde Outubro que está em liberdade, mas estava proibido de se ausentar de Portugal sem autorização judicial, de contactar com outros arguidos do processo e com Termo de Identidade e Residência (TIR), medida de coacção que é comum a qualquer arguido.

A semana passada, o Ministério Público fixou 15 de Setembro como prazo limite para que o Ministério Público conclua o inquérito da Operação Marquês.

O “Diário de Notícias” revelou, esta terça-feira, que também a Carlos Santos Silva, amigo de longa data do antigo primeiro-ministro e um dos principais arguidos no processo, foi suspensa a proibição de se ausentar do país sem autorização e de comunicar com colaboradores das suas empresas , permitindo que o empresário regresse à gestão das mesmas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • santos
    16 abr, 2016 sul da europa 13:18
    já pode viajar para o estrangueiro porque sabem que o coitado do homem agora já nem tem dinheiro para comprar um bilhete de avião, vai ter que ser um amigo a dar uma ajuda
  • zé das azeitonas
    13 abr, 2016 Conchinchina 14:51
    É pro Brasil que ele vai, lá estão a esperá-lo 300 milhões de euros.
  • je
    13 abr, 2016 lisboa 11:15
    Não pode contactar com outros arguidos, mas pode viajar para o estrangeiro......brincadeira! Sem dúvida que em Portugal vale a pena ROUBAR.....1ano de preventiva e depois gozar os milhões!
  • Jorge
    13 abr, 2016 Lisboa 08:49
    HaHa grande faxada isto apesar de continuar o inquérito o homem já pode fugir à vontade o pior para quem o tramou é que o Sócrates não vai fugir seguem-se as cenas do próximo episódio...
  • José Soares de Pinho
    13 abr, 2016 Gafanha da Nazaré 08:19
    BOA VIAGEM......
  • zita
    13 abr, 2016 lisboa 07:39
    Ele há pessoas que são mesmo cegas ou que gostam de se enganar! "quem cabritos vende e cabras não tem"..... também se pode ler, agora que quem manda é amigo tudo pode acontecer!
  • Pedro Cabral
    13 abr, 2016 Portugal 07:05
    Enquanto a justiça dos Homens vacila, ( não pelo escroque em si mas por todos aqueles que o transportaram em andor na "procissão de desgoverno" durante sete anos) a justiça divina está a ser feita e será feita. Nada nem ninguém apagará este período negro da história politica portuguesa.
  • João Ferreira
    13 abr, 2016 Caldas da rainha 04:22
    Envie o para a Síria
  • apoiszé
    13 abr, 2016 lisboa 02:44
    Lá vai ele para a Bohemia francesa
  • joao
    13 abr, 2016 porto 02:44
    para a justiça sair limpa quando ele estiver no aeroporto devem prende lo e acusa lo de tentativa de fuga porque da outra vez que o prenderam ficaram muito mal na fotografia então prenderam o homem que se preparava para fugir e ele tinha acabado de chegar deveriam ser os mesmos que bombardeavam o Iraque por causa do armamento nuclear não digo que o Sócrates seja santo mas a vista dos olhos de toda agente endividou portugal com obras feitas o sucessor dele endividou portugal para governar meia dúzia de amigos acho que mesmo um cego consegue ver este filme