A+ / A-
Trabalho Sem Fronteiras

Inovação. O que é que Portugal e a Europa têm a ver com isso?

06 abr, 2016 - 14:05 • Pedro Mesquita

Comissário europeu para a Investigação, Ciência e Inovação dá respostas.
A+ / A-
Trabalho Sem Fronteiras - 06-04-16
Trabalho Sem Fronteiras - 06-04-16

Há jovens empresas portuguesas que se estão a revelar verdadeiros casos de sucesso à escala global. Algumas delas estão no Porto, cidade que o comissário europeu para a Investigação, Ciência e Inovação, Carlos Moedas, visitou no último fim-de-semana.

Entre as empresas do mundo digital que Carlos Moedas conheceu, algumas estão a multiplicar o número de colaboradores a um ritmo acelerado e já fazem negócios nos principais mercados do mundo. Há até quem registe um crescimento de 200% ao ano.

Para algumas destas empresas a Europa já é demasiado pequena – e os Estados Unidos não perdem tempo perante uma boa ideia. Como pode a União Europeia trabalhar em rede neste domínio? Como pode incentivar a investigação e inovação sem a deixar depois escapar os benefícios para lá do Atlântico ou para a Ásia?

Em entrevista ao jornalista Pedro Mesquita, Carlos Moedas dá respostas em duas palavras-chave: mais Europa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.